Polí­tica

Foto: Divulgação

O percentual de cursos com resultado satisfatório no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) 2012 subiu 19,8% em relação a 2009, passando de 48,5% para 68,3% dos cursos. Os dados gerais da avaliação foram apresentados pelo ministro da Educação, Aloizio Mercadante, durante entrevista coletiva na manhã de segunda-feira (07/10), em Brasília. O Enade funciona em ciclos, avaliando os estudantes quando ingressam na educação superior e quando concluem seus cursos.

Dos cinco cursos do Centro Universitário UnirG que  foram avaliados, três se destacaram positivamente e um manteve sua nota na avaliação. Os cursos avaliados foram Administração, Direito, Comunicação Social - habilitação em Jornalismo, Ciências Contábeis e Psicologia.

O professor Alexandre Dias, reitor do Centro Universitário UnirG,  informou que, na  média, a instituição foi bem,  pois melhorou o conceito dos cursos de Administração e Contábeis que conseguiram elevar suas notas. Direito e Jornalismo sustentaram suas avaliações e apenas Psicologia caiu um ponto em seu conceito.

A avaliação mostrou que o curso de Administração elevou de 2 para 3; Ciências Contábeis de 1 para 3; Jornalismo manteve nota 3 e Direito também permaneceu com 2; Psicologia diminuiu a nota de 3 para 2.

O reitor lembra que constantemente a UnirG tem feito ações para conseguir aperfeiçoar seu desempenho, apoiando a qualificação de professores, reuniões com centros acadêmicos e coordenações dos cursos para sensibilizar a participação dos alunos, readequações nos projetos pedagógicos e aperfeiçoamento na infraestrutura.

Diante desses resultados, o  professor Alexandre  garante  que a Instituição não corre risco de ter seus cursos suspensos pelo MEC, já que  a UnirG é avaliada pelo Conselho Estadual de Educação.

“A UnirG tem perdido pontos em nossas avaliações no que se refere a infraestrutura, pois o MEC não é o responsável em nos avaliar in loco. Essa fiscalização é feita pelo Conselho Estadual e infelizmente essa nota não é somada ao final dos resultados prejudicando a Instituição”, explicou o reitor, enfatizando que a UnirG tem buscado apoio do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira  (Inep) para viabilizar a inclusão dos Conceitos obtidos pelo Conselho Estadual de Educação do Tocantins (CEE) na consolidação final dos Conceitos obtidos pela UnirG nas avaliações do Enade e Censo da Educação Superior, que compõe o ciclo avaliativo do Sinaes. (Ascom Unirg)