Polí­tica

Foto: Mariá Soares

O Partido Social Democrático (PSD) protocolou na tarde desta sexta-feira, 18, na Procuradoria Regional Eleitoral (PRE), em Palmas (TO), representação requerendo investigação do ex-senador e secretário de Relações Institucionais, Eduardo Siqueira Campos.

O partido, que tem como presidente da sua comissão provisória regional, o deputado federal Irajá Abreu, acusa Eduardo Siqueira de ameaças e chantagens praticadas a prefeitos de partidos de oposição, especialmente do PSD, com ameaças de não repasses de verbas públicas e de interferência  em processos no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e Tribunal de Contas do Estado (TCE).

“Formalizamos a denúncia ao MPE, por  tratar-se de Fatos de extrema gravidade, os quais objetivam desequilibrar o período de pré-campanha em favor do declarado pré-candidato do governo”, diz Irajá Abreu em nota à imprensa.

A acusação das “ameaças e chantagens” vieram à tona na última quinta-feira, por meio de declaração do deputado que diz estar ciente das suas atribuições enquanto presidente regional  do  PSD “cumpro o dever  de denunciar  tão graves atos, levando ao conhecimento do Ministério Público Federal, para  que tome as providências no sentido de apurar tais  denúncias”, diz.

Por: Redação

Tags: Eduardo Siqueira Campos, Irajá Abreu, PSD