Estado

Até o final da tarde desta quinta-feira, 9, mais auxiliares do governo do Estado colocaram os cargos à disposição do governador Siqueira Campos. São eles: o secretário da Segurança Pública, José Eliú de Andrada Jurubeba; das Cidades e Desenvolvimento Urbano, Raimundo Nonato Frota Filho; da Casa Civil, Renan de Arimatéia; da Saúde, Vanda Paiva; dos Esportes e Lazer, Rodolfo Costa Botelho, e o presidente da Agência de Metrologia, Avaliação da Conformidade, Inovação e Tecnologia (AEM) – antigo Instituto de Pesos e Medidas (IPEM) – Raimundo Costa Parrião Júnior. Além deles, o diretor de Planejamento da Foz Saneatins, Alexandre Ubaldo, também manifestou oficialmente a disposição em entregar o cargo, que é de indicação do governo.

Eles se juntam aos outros 26 secretários e presidentes de autarquias que da última segunda-feira até esta quarta-feira, 8, dispuseram de seus cargos. De acordo com todos eles, o momento é propício para deixar o Governador à vontade para eventuais mudanças na estrutura.

A medida, segundo os gestores, vem em um momento adequado para eventuais mudanças no quadro do primeiro e do segundo escalões da gestão estadual. Até o momento, 33 pessoas, do primeiro e segundo escalões do governo do Estado, mais o diretor da Saneatins, deixaram o cargo à disposição de Siqueira Campos. Destes, apenas Eduardo Siqueira Campos, que estava à frente da Secretaria de Estado de Relações Institucionais, pediu exoneração, o que foi atendido pelo governador em ato publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) da última segunda-feira.

Siqueira Campos ainda não se posicionou sobre os demais casos. (ATN)