Polí­tica

Foto: Divulgação

O prefeito da capital, Carlos Amastha esteve cerca de 57 dias fora da administração de Palmas ano passado. O gestor que também é empresário e mantém fortes relações internacionais viajou por várias vezes ano para diversas agendas dentre institucionais e pessoais.

Como a capital não tem vice, já que o deputado Sargento Aragão (PROS) não assumiu o cargo, o presidente da Câmara e principal aliado político de Amastha, Major Negreiros, que é o primeiro na linha sucessória, foi quem esteve à frente do Executivo nas viagens do gestor. Segundo informou um assessor de Negreiros ao Conexão Tocantins ele assumiu o Executivo por 11 vezes e tem sete termos de posse. Quatro das vezes que Negreiros assumiu não foram emitidos termos de posse.

A primeira viagem internacional após a posse foi em fevereiro quando o gestor se ausentou de 13 a 17 de fevereiro  para viagem internacional à Colômbia.

Em abril aconteceram as viagens mais polêmicas do prefeito até o momento. Foram 13 dias fora neste mês. Ele se ausentou de 1º a 3 de maio e de 17 a 26 de maio. Vereadores de oposição na Câmara de Palmas e até aliados do gestor chegaram a afirmar que não concordam com as viagens principalmente por se tratar do mês do aniversário da capital. O gestor foi a Colômbia e Estados Unidos, respectivamente.

Em maio Negreiros assumiu dia 17 e ficou até dia 26 no cargo também para uma viagem internacional do gestor.

Em agosto o prefeito se afastou do dia 7 ao 12. Foi a primeira viagem internacional após os vereadores aprovarem o projeto que permitiu que o gestor municipal se afaste para viagens internacionais no período inferior a 15 dias sem a necessidade de autorização da Câmara Municipal.

Em outubro Negreiros assumiu d o dia quatro ao dia oito e também do dia  24  até dia 2 de novembro. Na primeira viagem o gestor participou de um seleto encontro de gestores em Nova York e na segunda Amastha participou de uma missão internacional do Programa de Modernização da Gestão Escolar na Coreia do Sul e participou de uma série de reuniões e encontros institucionais no País.

No mês de novembro Negreiros ficou à frente do Executivo por 10 dias durante missão do prefeito na Coreia do Sul e China, onde fez contatos comerciais.

Este ano Negreiros já assumiu por 10 dias. Ele foi empossado dia dois e ficou até dia 12 no cargo.

As informações oficiais da prefeitura não batem com o levantamento da Reportagem.

Segundo o Paço o prefeito realizou cinco viagens oficiais internacionais, o que corresponde a 29 dias fora do País e mais  três viagens internacionais particulares permanecendo 14 dias fora do País.

Gestão passada

Na gestão anterior do prefeito do PT, Raul Filho a vice-prefeita assumiu por apenas duas vezes ( em 2009 e 2011) sendo uma viagem internacional.

Veja aqui todas as viagens realizadas pelo prefeito quando Negreiros assumiu o cargo