Polí­tica

Foto: Divulgação

A pretensão do senador Ataídes Oliveira (PROS) de disputar o Governo do Estado do Tocantins pode beneficiar o segundo suplente da vaga, Pastor Amarildo (PSC). Ataídes assumiu efetivamente a vaga após a morte do titular, senador João Ribeiro e mantém o discurso de que, quer de fato disputar o comando do Palácio Araguaia.

Ataídes chegou a dizer ao Conexão Tocantins que só Deus pode tirar sua candidatura. Caso Ataídes participe mesmo do pleito e chegue a vencer a eleição o suplente Pastor Amarildo pode assumir a vaga.

O ex-deputado federal Pastor Amarildo foi um dos acusados e condenados  de envolvimento no esquema de emendas ao orçamento conhecido como Máfia dos Sanguessugas. A acusação é que Amarildo teria participado de um esquema de desvio de dinheiro público através da venda de emendas individuais ao Orçamento Geral da União, fraude à licitação e superfaturamento na compra de ambulâncias e equipamentos hospitalares.

Pastor Amarildo e mais dois chegaram a ser condenados ao ressarcimento solidário de R$ 19.723,01, além da suspensão dos direitos políticos e a proibição de contratar com o poder público por dez anos mas recorreram. Sobre o fato o ex-deputado alegou após a condenação que não superfaturou e negou as acusações.