Estado

Foto: Divulgação

A senadora Kátia Abreu e a diretora técnica do Sebrae, Mila Jaber, acertaram,  ontem,  os principais detalhes para a implantação do novo modelo de exposições agropecuárias no Tocantins. A reunião com técnicos do Sebrae nacional foi realizada na terça, 18, em Brasília (DF). As exposições já têm garantidos para este ano R$ 6 milhões, sendo R$ 1 milhão da Federação da Agricultura e Pecuária do Tocantins, R$ 1 milhão da Federação das Industrias do Estado do Tocantins e mais R$ 4 milhões viabilizados pela senadora Kátia Abreu junto ao Sebrae nacional, atualmente, pelo sistema de rodízio vigente, presidido por um dirigente indicado pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, comandada pela parlamentar tocantinense. Já o Conselho Deliberativo do Sebrae Tocantins é presidido pelo presidente da Fieto, Roberto Pires. O volume de recursos a serem aplicados nas exposições este ano é três vezes o valor liberado pelo governo do Tocantins em 2013, equivalente a R$ 2 milhões.

Nos próximos dias, de acordo com a senadora Kátia Abreu, será realizada uma reunião com todos os participantes das exposições como expositores, bancos e empresários do agronegócio. A Senadora adianta que a partir deste ano as exposições terão um novo formato, pois serão direcionadas à questão negocial. “Será uma feira de negócio disseminadora de tecnologia e conhecimento”, disse Kátia Abreu. Segundo ela, a idéia é resgatar com a experiência do Sebrae a finalidade das exposições, com rodadas de negócios, porque as exposições agropecuárias estava, segundo ela, perdendo o foco comercial.

No novo formato, as feiras serão padronizadas em todos os municípios do Estado, com a utilização de estrutura de tendas. “Vamos dinamizar os leilões e vendas de máquinas e equipamentos de última geração”, falou a Senadora, adiantando que serão ministradas oficinas tecnológicas, seminários, palestras e cursos. Nas novas feiras também serão abertos espaços para promoções culturais, possibilitando um espaço para os artistas regionais. Além disso, segundo a Senadora, os bancos oferecerão linhas de crédito especiais para os expositores e interessados na comercialização. “É uma nova fase do agronegócio no Tocantins”, salienta Kátia Abreu.

Por: Redação

Tags: Kátia Abreu, Mila Jaber, Sebrae