Saúde

Foto: Divulgação

Para reforçar junto à população a necessidade de prevenção, combate e tratamento correto da tuberculose, em razão do Dia Mundial da Tuberculose, 24 de Março, a Secretaria Municipal da Saúde promoverá ações educativas nas Unidades de Saúde da Família (USFs) no período de 24 a 28 de março.

Serão realizadas ações educativas e orientações à população, em sala de espera, busca ativa de novos casos da doença. O principal intuito é conscientizar e informar a população para que haja o reconhecimento da doença no inicio e tentar diminuir as taxas de índice da doença na capital. 

De acordo com dados da Área Técnica da Tuberculose, em 2013 foram notificados 48 casos da doença em Palmas, um aumento relativamente grande em relação a 2012, quando foram registrados 22 casos. Sendo o ano de 2013 que mais foi constatado casos de tuberculose na Capital desde as comparações dos dados de 2009 com 38 notificações. 

Na tentativa de diminuir esse número de casos as USFs realizarão durante esta semana divulgação dos sinais e sintomas da tuberculose, com a realização de panfletagem e orientações sobre a doença realizadas pelas USFs nas salas de espera e nas visitas domiciliares dos Agentes Comunitários de Saúde, além da distribuição de material educativo e informativo sobre os sinais e sintomas, prevenção, diagnóstico e tratamento da doença em todas as unidades de saúde de Palmas, Universidades e hospitais.

 Tuberculose

A tuberculose é causada por uma bactéria que ataca principalmente o pulmão, mas também pode acometer rins, cérebro, ossos, coluna vertebral e outros órgãos. É uma doença curável, cujo tratamento está disponível na rede pública, gratuitamente. O tratamento tem a duração de seis meses, e não pode ser interrompido antes deste prazo, ainda que os sintomas tenham desaparecido. 

Seus sintomas são bastante característicos e o diagnóstico  geralmente simples e rápido. Os sintomas mais comuns são tosse com catarro por mais de três semanas, febre baixa no fim do dia, perda de peso, suadeira, cansaço, dor no peito. A presença de tosse por mais de duas semanas é um sinal de que algo está errado. Neste caso, é importante que o paciente procure ajuda em uma unidade de saúde com urgência.

 Números

2009

2010

2011

2012

2013

38

35

39

22

48