Polí­tica

Foto: Divulgação

Presidindo a Mesa no Plenário da Câmara dos Deputados na última semana, Agnolin ressaltou a sua recente participação como presidente da Frente Parlamentar da Educação Profissional e Ensino a Distância no evento da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), em São Paulo.

O Parlamentar ressaltou a importância da qualificação profissional na vida de jovens e adultos por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), e o crescente aumento da modalidade EaD no Brasil. Agnolin salientou, ainda, dois projetos de sua autoria: sobre a vedação do FIES para alunos de Ensino a Distância e a institucionalização do Dia Nacional do Ensino a Distância (27 de novembro).

Agnolin disse, também, que cerca de quase 7 milhões de universitários estudam a distância no país. “Desde a instalação da nossa Frente Parlamentar, em abril de 2011, essa modalidade de ensino cresceu vertiginosamente, mais que a presencial, em 12%. De acordo com o último Censo EaD BR 2012, publicado pela Abed, o estudo apontou um crescimento de 52% na efetivação de matrículas”.

Concluindo seu discurso, Agnolin enfatizou a importância da amplitude do Pronatec, na oferta de cursos de educação profissional e tecnológica a distância, capacitando atualmente mais de 6 milhões de brasileiros.