Esporte

Foto: Divulgação

Desenvolvido há 12 anos na região norte de Palmas/TO, o projeto esportivo Arne 64 é modelo de referência no Estado no Tocantins, não só pelos títulos que coleciona, mas por envolver toda a comunidade e ir muito além da iniciação esportiva. Foi exatamente esse modelo de gestão do projeto que chamou a atenção do Sport Club Corinthians Paulista, que enviou dois representantes a Palmas, com o objetivo de buscar parceria com o projeto.

“O projeto do clube é tentar pegar um parceiro em cada Estado. É interessante para o Corinthians porque conhece os talentos de todo o País. Sabemos que maioria dos talentos saem do futsal para futebol. A parceria trará percentual de direitos econômicos ao projeto. É o primeiro deste modelo de mão dupla que eu vejo acontecer em 20 anos trabalhando no futebol”, afirmou o coordenador de Integração Futsal/Futebol do Corinthians, Robson Tavares, em visita à sede da Fundação Municipal de Esportes e Lazer (Fundesportes), parceira do projeto, na tarde desta sexta, 25.

Com a parceria o clube estará mais perto dos formadores de atletas em todo o País. O coordenador Robson, e o observador técnico Alisson Marin, foram recebidos pelo presidente da Fundesportes, ten. Cleyton Alen, que falou sobre os investimentos no esporte na capital e a importância de projetos como o da Arne 64.

“O Tarciso (coordenador do projeto) faz um modelo de gestão que vai além do esporte. É um projeto extremamente social, que envolve a família e incentiva toda a comunidade a participar. Isso se reflete no desenvolvimento do projeto, tornando-o efetivo como projeto social, mas também muito bem sucedido como projeto de rendimento, uma vez que eles já ganharam diversos títulos dentro e fora do Estado”, avaliou Cleyton.

Mesmo antes da chegada dos representantes do Corinthians, o presidente da Associação Esportiva Arne 64 já demonstrava sua satisfação com o interesse do clube. “São 12 anos de trabalho que completamos em 2014. Construímos o projeto a cada dia, e esse tipo de reconhecimento, é acima de tudo, muito motivador”, pontuou.

Os representantes do clube paulista já visitaram o projeto e na manhã do último sábado, 26 prestigiaram as partidas do Campeonato Metropolitano, nas categorias sub 11 e sub 17. Os jogos aconteceram na quadra da Arne 64.