Polí­tica

Foto: Divulgação Prefeito rebate afirmações de vereadores e afirma que na quarta-feira, 30, tudo estará resolvido Prefeito rebate afirmações de vereadores e afirma que na quarta-feira, 30, tudo estará resolvido

Em Ponte Alta do Tocantins, a 187 km de Palmas, segundo vereadores, alunos de três regiões, sendo elas: Distrito do Paranã, Baixão do Porco, e Mata Nova, estão ha quase dois meses sendo impossibilitados de assistirem as aulas devido à falta de transporte escolar.

Conforme o vereador Silvanio Aires (PP) muitos pais estão reclamando e cobrando constantemente providências, para que os filhos voltem a estudar. No entanto, segundo ele, a gestão do município não ajuda. “Os vereadores tem procurado a gestão através de requerimentos, falado com a gestão, mas não resolve. Está prejudicando muito o ensinamento dessas crianças. Já cobramos duas vezes em sessão ordinária, mas não resolve o problema”, afirmou.

“Já procurei o Ministério Público, o promotor mandou notificar a prefeitura através da Secretaria de Educação e a secretaria não tomou providências nenhuma, simplesmente resolve no dia que foi reclamado e depois volta novamente a ficar do mesmo jeito”, disse.

A ex-vereadora, Eulina Tavares (PSL), que mora em uma das regiões, disse ao Conexão Tocantins possuir vizinhos que tem filhos que estudam em Ponte Alta, mas que sem transporte os filhos estão sendo impossibilitados de estudar. “Tenho vizinhos que ontem mesmo (28), uns três pais e a diretora de uma escola me ligaram pedindo apoio, pedindo ajuda, para que consigam transporte para levar os filhos pra aulas. Os pais que tem moto levam seus filhos para a escola, e quem não tem transporte nenhum, os filhos estão perdendo aula”, disse ela.

Ainda segundo Eulina, as regiões são compostas por estradas de chão, e ficam entre 10 a 14 km de distancia das escolas. “A comentários de que um ônibus está há mais de mês que falta peça. A estrada é muito ruim é de chão”, salientou.

Prefeito

O prefeito de Ponte Alta do Tocantins, José Aparecido de Araújo (PPS) afirmou ao Conexão Tocantins na manhã desta terça-feira, 29, que o município dispõe de nove ônibus escolar e que o única região que se encontra sem assistência do transporte é Baixão do Porco, devido a grande umidade das estradas, por causa do período chuvoso.

O prefeito salientou que o período afirmado pelos vereadores de 60 dias não existe “A única região que está sem ônibus é Baixão do Porco, por causa da grande umidade do local, não tinha condição, mas amanhã (quarta-feira, 30) de qualquer forma vamos rodar lá. Não existe essa questão de dois meses, tem duas semanas e se precisar eu provo”, disse ele.

Ainda segundo o prefeito, a região de Distrito de Paranã não só tem ônibus, mas também, conta com o auxílio de um carro pequeno. “Em Paranã além de ônibus tem um carro pequeno buscando os alunos”, afirmou

O prefeito ainda salientou a dificuldade para conseguir peças para manutenção. “além do período chuvoso temos o problema de manutenção, temos ônibus aqui que não se consegue peças”, afirmou. José Aparecido ainda salientou o motivo da denuncia. “Ta no período da política e ai qualquer coisinha eles gostam de denunciar”, criticou.