Polí­tica

Oito chapas inscritas para a eleição de escolha do governador e do vice-governador, neste domingo, dia 4, concorrem ao pleito indireto. A candidatura de Izabela Suarte (PPL) vai ficar fora do processo por ter sido protocolada depois do prazo estipulado pela resolução.

Foi também publicado o pedido de impugnação ao registro da candidatura do deputado Eli Borges (PROS), protocolado pelo deputado José Augusto Pugliese (PMDB), e à chapa de Sandoval Cardoso (Solidariedade), registrado pelos candidatos Nuir Machado (PMN), Marcello Lelis (PV) e José Augusto Pugliese, respectivamente.

A Mesa Diretora terá até 00h30 do sábado para analisar os recursos e julgar os pedidos, que serão publicados no Diário da Assembleia. A eleição está marcada para o próximo domingo, dia 4, no plenário da Assembleia Legislativa, a partir das 10 horas. O vencedor terá um mandato tampão até o dia 31 de dezembro de 2014.

Concorrem ao pleito as chapas dos seguintes titulares: Nuir Machado de Lima (PMN); Adail Pereira Carvalho (PSDL); Paulo Sardinha Mourão (PT); Sandoval Lobo Cardoso (Solidariedade); Fábio Paulino Ribeiro (PSOL); Marcello de Lima Lelis (PV); Eli Borges (PROS); José Augusto Pugliese (PMDB).

No dia da eleição, os candidatos ao cargo de governador terão prazo de cinco minutos, prorrogáveis por mais dois, para apresentar suas propostas. Conforme resolução da Mesa Diretora, a eleição ocorrerá mediante voto direto e aberto dos deputados, com maioria absoluta de votos, em primeiro escrutínio, e maioria simples, em segundo escrutínio, presente a maioria absoluta dos parlamentares. Em caso de empate, será escolhido o candidato mais idoso. Em seguida, será realizada uma sessão especial para dar posse ao novo governador do Estado e a seu vice.

A Assembleia Legislativa montará telões para quem vai acompanhar o processo eleitoral na sede do Parlamento. As tribunas de honra e as galerias serão reservadas às autoridades. A sessão de eleição e posse será transmitida pela TV Assembleia e pela TVE.