Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual do Solidariedade, Iderval Silva ainda não entregou o relatório das contas rejeitadas dos ex-governadores Marcelo Miranda e Carlos Gaguim referentes ao ano de 2009 mas pretende devolver nesta semana. “ Estou vendo, depende da reunião da comissão”, frisou ao Conexão Tocantins.

O parlamentar justificou que pediu vistas apenas para “olhar” o relatório e frisou que “até o momento” não tem nenhuma intenção de apresentar emenda pedindo a inclusão de dolo na rejeição, o que implicará em inelegibilidade para os ex-governadores. “ Eu queria só olhar, até o momento não propus nenhuma alteração”, frisou.

As contas consolidadas foram rejeitadas por 13 a nove no ano passado e como o voto foi secreto Iderval, que logo depois do episódio deixou os quadros do PMDB, não quis comentar qual sua opinião sobre as contas.

O decreto legislativo com parecer pela aprovação das contas foi feito primeiramente pelo deputado do PMDB, José Augusto Pugliese mas foi rejeitado em plenário. Após a decisão o presidente da Casa determinou que a Comissão de Constituição e  Justiça fizesse um novo decreto com o parecer do plenário foi quando o deputado Iderval pediu vistas e ainda não devolveu. O novo relatório, feito pelo presidente da Comissão Amélio Cayres, será votado novamente para o plenário assim que for deliberado na comissão.