Polí­tica

Foto: Divulgação

O presidente do PP, deputado federal Lázaro Botelho confirmou em entrevista ao Conexão Tocantins nesta sexta-feira, 23, que a tendência do partido é mesmo fazer uma aliança com o governador Sandoval Cardoso. “A direção estadual do PP conversou com os aliados, prefeitos e líderes e na opinião da maioria a melhor opção é uma aliança com o governador Sandoval Cardoso”, disse.

Ele explicou que a legenda consultou toda a base e que a maioria absoluta dos prefeitos quer tal aliança. Segundo informações, na próxima semana haverá uma nova reunião com o governador Sandoval para continuar as articulações. Botelho disse que o momento é de avaliação e mencionou que tal composição pode favorecer a chapa proporcional da legenda. “Teremos uma chapa mais competitiva”, disse

Outro partido que começou a semana cotado também para aderir a Sandoval, o PRB, comandado por César Halum ainda está em processo de decisão. Nesta sexta-feira o deputado afirmou ao Conexão Tocantins que está tudo bem encaminhado mas ainda faltam várias definições. “ Está tudo encaminhado, não vamos rachar mas  a política é feita de detalhes e às vezes um pequeno detalhe pode atrapalhar tudo”, explicou.

Halum deixou claro que tomará a decisão junto com o grupo do prefeito de Palmas, Carlos Amastha.

Sandoval Cardoso articula ainda o apoio do PDT do deputado federal Ângelo Agnolin que também deve aderir em breve.

Atualmente na base do governo estão: PR, PSDB, PEN, DEM. PSB, PPS, PTB e Solidariedade.