Polí­tica

Foto: Divulgação

O Partido dos Trabalhadores (PT) realizou neste final de semana, sendo no sábado (14) em Dianópolis e domingo (15) em Gurupi, o Encontro Macrorregional para debater a conjuntura política do programa de governo nas eleições 2014. O encontro que foi direcionado aos filiados, delegados e convidados do PT, estava prevista na resolução estratégica e tática eleitoral aprovada no dia 30 de maio, durante Encontro Estadual do PT, realizado em Palmas, na Assembleia Legislativa.

O debate começou com uma análise da atual conjuntura política feita pelo presidente estadual do PT, Júlio César Brasil. O petista disse que o partido está trabalhando para ter candidatura própria ao governo, com Paulo Mourão, e ao senado com Freitas do PT, mas não descarta a possibilidade de composição com outros partidos da base. “A nossa primeira alternativa é a candidatura própria, mas compreendemos que para vencer o poder é necessário fazermos alianças e composições possíveis, temos conversado com o PMDB, nosso principal aliado nacional, onde nessa semana foi confirmada a aliança mais uma vez, com Michel Temer na chapa para vice de Dilma nas eleições 2014”, frisou.

Júlio César destacou que o PT tem conversado com outros partidos. “Também estamos conversando com o Pros, e o PV do deputado Marcelo Lélis, ambos podem somar nesse projeto nosso alternativo. Avançamos bastante com esses dois partidos nesta semana. A nossa intenção é formar um bloco, para caminharmos juntos até outubro. Estamos construindo as alianças e buscando debater com outros partidos para vermos qual estratégia vamos adotar, a fim de construirmos juntos com a militância petista, uma chapa forte com aliança consolidada para vencermos as eleições de 2014”, ressaltou.

O pré-candidato ao governo, Paulo Mourão fez uma explanação da atual situação em que o Estado se encontra, ressaltando que o Tocantins vem vivenciando um desequilíbrio econômico, financeiro e social, e um total  abandono nas execuções de suas políticas públicas. Mourão disse que é necessário que haja uma mudança no quadro político do Estado, lembrando que a sociedade tem que buscar eleger gestores comprometidos com o trabalho e não com interesses políticos próprios.

“A sociedade precisa compreender a real situação econômica, financeira e social do Tocantins, para amanhã, ela não ser responsabilizada de eleger políticos que não tem compromisso com o trabalho, mas sim com interesses próprios. A política é feita de cidadania, todos são responsáveis pela mudança, é preciso ousar, arregaçar as mangas e compreender que para fazer essa mudança acontecer tem  meter a cara na frente”, discursou.

Mourão disse que o PT está buscando com outros partidos a formação de alianças fortalecedoras. “Defendemos uma aliança partidária que represente melhor o projeto político do Partido dos Trabalhadores, para darmos continuidade ao projeto nacional de desenvolvimento sustentável, iniciado pelo ex-presidente Lula e continuado, com avanços, pela presidenta Dilma Rousseff. Este projeto se concretiza, agora, com a reeleição da presidenta Dilma. Este é o objetivo que nos move a participar nas eleições estaduais”, frisou.

Durante os encontros, estão sendo debatidos os nomes para a disputa nas eleições proporcionais, processo de negociação de alianças para a eleição majoritária, conjuntura política local e nacional, além de palestras sobre a organização, formação política e finanças do partido.

O evento contou com a presença de membros dos diretórios municipais do PT, prefeitos, vereadores, deputado, militantes e lideranças petistas da região. O próximo encontro será realizado no dia 19 de junho, na cidade de Paraíso.

Por: Redação

Tags: Júlio César Brasil, PT, Paulo Mourão