Polí­tica

Foto: Divulgação

O Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou nesta terça-feira (24) uma lista com 6.603 administradores públicos tiveram contas julgadas irregulares nos últimos oito anos e podem se tornar inelegíveis em 2014. A análise se refere a prestação de contas de ministros, governadores, prefeitos, secretários estaduais e municipais, diretores de autarquias e servidores públicos. O presidente do TCU, ministro Augusto Nardes, entregou uma lista com esses nomes ao presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Antônio Dias Toffoli.

Do Tocantins, 138 nomes estão na lista com 238 ocorrências. Do Estado constam nomes de ex-prefeitos como Wilson Saraiva de Carvalho, Rainel Barbosa, Paulo Roberto Ribeiro, Raimunda Rosa e outros. O prefeito de Colinas, José Santana Neto também está na lista.

Alguns pré-candidatos à eleição deste ano, o ex-deputado estadual José Viana e Jaime Café também estão na lista. O nome do ex-vice-governador Eduardo Machado consta na lista também.

O levantamento servirá como subsídio para a Justiça Eleitoral verificar se um candidato pode ou não ser considerado inelegível nas eleições de outubro. A análise será feita caso a caso, com base em critérios do TSE.

Veja a lista aqui