Polí­tica

Foto: Divulgação

O governador e candidato á reeleição Sandoval Cardoso (SD) comentou ao Conexão Tocantins a formação do chapão para deputados estaduais no seu grupo. Apesar de algumas declarações de candidatos do grupo alegando que a disputa estaria desigual em razão dos atuais parlamentares que já tem estrutura de gabinete, Sandoval negou qualquer tipo de desgaste no grupo. “ Não teve nenhum desgaste, está todo mundo animado”, frisou.

Para o governador os novatos não tem motivos para ficar desanimados. “ O chapão privilegia quem quer disputar eleição. Em 2006 eu disputei pelo PMDB, ninguém me conhecia e não tinha nem pai nem mãe na política e fui o terceiro mais votado'' frisou. A coligação só vai divulgar os nomes dos candidatos a proporcionais na segunda-feira, 7. Questionado sobre o motivo ele disse que sua equipe de campanha está acompanhando a questão.

Ele garantiu que vai conciliar a agenda de governador com a de candidato. “ Vou continuar trabalhando e conciliando as duas coisas porque o Estado não pode parar”, frisou.

Segundo o candidato sua estratégia para conseguir vencer a eleição direta é mostrar projetos e propostas e não atacar adversários. “As pessoas vão acabar escolhendo no dia da eleição quem realmente trabalha e mostra que trabalha pelo Estado. Vejo que a principal função da campanha é mostrar propostas e da minha parte ninguém vai ver agressividade”, frisou.

Nas convenções da oposição foram várias as críticas dos adversários principalmente por parte da senadora Katia Abreu (PMDB) que chegou até a apelidar o governador de “homem da onça”.