Polí­tica

Foto: Thais Ramalho

Candidato ao senado nas eleições de outubro, o deputado estadual Sargento Aragão do Pros, afirmou ao Conexão Tocantins na manhã desta terça-feira, 08, estar agradecido com as declarações do deputado estadual Stalin Bucar (SD), que o adjetivou como um nome de credibilidade e que não deve ser subestimado como candidato ao senado. 

"Agradeço de primeira mão. Receber todos esses adjetivos colocados pelo deputado Stalin, primeiro pela pessoa que ele é, que a gente respeita e tem a consideração como parlamentar na Assembleia e como pessoa. Fico agradecido pelo reconhecimento. E temos a sabedoria de reconhecer a pessoa e o que o deputado tem feito, o seu trabalho na Assembleia", afirmou Aragão.

O candidato ao Senado também salientou estratégias de sua campanha. Aragão afirmou que só falta percorrer o sudeste. "Nós começamos fazendo visitas institucionais até mesmo antes das convenções e começamos pelo Bico do Papagaio, fomos para o sul, depois o médio norte e depois parte do mesoeste. Ainda não percorremos o sudeste, digo o Sargento Aragão, o senador Ataídes já percorreu parte do sudeste", explicou.

Sobre quais projetos serão defendidos, Aragão afirmou que a plataforma da coligação está praticamente formada e que o projeto da coligação é voltado para o povo. Ele deu ainda exemplo de dois projetos defendidos. "Dentro da nossa plataforma, a exemplo de um projeto de cunho nacional, temos o fundo constitucional da segurança publica, onde você olha a saúde, tem a educação, tem o pessoal constitucional e a segurança pública! Outro exemplo é o Estatuto do Trabalhador Rural, um projeto que ainda estamos trabalhando conjuntamente nele. O projeto não é do Sargento Aragão, primeiro é da coligação, do governador Ataídes, da nossa vice-governadora, do partido Pros e suplentes que terão tamanho destaque. Os suplentes vão discutir de igual para igual. A nossa chapa é composta de um senador titular e um suplente, no qual os três tem tamanha responsabilidade", afirmou.