Estado

Foto: Divulgação

Alguns fiscais do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) informaram ao Conexão Tocantins nesta última quinta-feira, 24, que mais de 80 aprovados no concurso do órgão para prestarem a função de fiscais de trânsito, estão sendo desviados de suas funções primárias para outras, que segundo eles, não tem relação com o cargo  para o qual foram nomeados.

Um fiscal que preferiu não identificar-se, afirmou ao Conexão Tocantins que há quatro meses tomou posse como fiscal de trânsito e, no entanto, ele e outros candidatos aprovados não iniciaram o trabalho de fiscais, somente estão realizando tarefas do tipo: trabalho em balcão de atendimento, entrega de senha, expedição de CNH, etc.

Detran

O Departamento Estadual de Trânsito informou ao Conexão Tocantins que desde que tomaram posse os fiscais estão trabalhando nos diversos setores do órgão para conhecer sobre o serviço prestado pelo Departamento de Trânsito, pois quando forem para as ruas poderão, quando questionados, fornecer informações fidedignas à população.

O Detran ainda informou que o serviço de fiscalização de trânsito exige do servidor público, além da capacidade intelectual cobrada em concurso público, habilidades, sobretudo, no que diz respeito às técnicas apuradas de trabalho, sendo por isso necessária a realização de curso de formação para aprimorar os conhecimentos teóricos relativos à legislação de trânsito, à área jurídica, como exemplos as disciplinas de Noções Gerais de Direito, Direito Penal, Direito Administrativo, Direito Constitucional, sem contar matérias práticas, dentre as quais vale citar: Operação de Trânsito, Estágio Operacional, Primeiros Socorros, Defesa Pessoal, etc., saberes imprescindíveis ao Fiscal de Trânsito.

Ainda segundo o Detran, está sendo preparado um curso para os servidores efetivos empossados no cargo de fiscal de trânsito, para o segundo semestre de 2014, que visa oferecer melhores condições técnicas de ação, conhecimento sobre as necessidades do trânsito e de estar preparado para bem atender as demandas relacionas à fluidez e segurança nas vias urbanas.