Polí­tica

Foto: Divulgação

Cidade tocantinense onde Eduardo Siqueira Campos teve seu primeiro contato com a política ainda aos cinco anos de idade, Colinas do Tocantins sediará na noite desta segunda-feira, 25, mais um capítulo do novo começo da vida pública do candidato a deputado estadual pelo PTB. Às 19h30, na avenida Siqueira Campos esquina com a 3, Eduardo inaugura seu comitê, ao lado do ex-vice-governador e candidato a deputado federal João Oliveira e demais líderes políticos. 

A história de Eduardo com Colinas remete ao período que seu pai, o ex-governador José Wilson Siqueira Campos, chegou ao município, então Colinas de Goiás e se elegeu vereador. Eduardo, ainda criança, distribuía panfletos com as ideias e propostas do pai, que anos depois foi autor da emenda que criou o Estado e fundou a capital Palmas.

A inauguração em Colinas é mais um compromisso da agenda de Eduardo. Na sexta-feira, 22, ele reuniu milhares de pessoas para inaugurar seu comitê em Palmas, prestigiado pelo governador Sandoval Cardoso, candidato a senador Eduardo Gomes e 14 prefeitos tocantinenses. No sábado, Eduardo esteve em Axixá, no Bico do Papagaio, onde participou de caminhada ao lado da primeira-dama do Estado, Marcela Cardoso, o deputado federal e candidato à reeleição César Hallum, prefeitos e líderes da região.

Eduardo conta com apoio de 14 prefeitos do Bico, além de outros sete de outras regiões do Estado, totalizando 21 prefeitos na disputa que marca o novo começo da carreira política do primeiro prefeito eleito de Palmas, deputado federal por dois mandatos, senador e secretário de Estado.

Reunião de Rogério Freitas 

Por causa do compromisso no Bico, Eduardo não pode comparecer à reunião organizada pelo presidente da Câmara de Palmas, vereador Rogério Freitas, na 706 Sul, mas foi representado pela esposa Polyana Marques Siqueira Campos. Entre outras autoridades presentes estavam o governador Sandoval Cardoso, Eduardo Gomes, o deputado federal Júnior Coimbra. Em sua fala, Polyana falou sobre o novo começo de Eduardo na política e na vida pessoal. “O novo começo de Eduardo não é só na política, mas na vida. Todos sabem o drama que vivemos em 2011, com a partida do Gabriel. Desde então, vivemos muitas provações e tivemos uma benção de Deus que é o Samuel, o nosso filho que vai nascer em janeiro. Mudou e vai mudar a nossa vida”, disse. “E no campo político, ele não quis se candidatar a cargos para ficar em Brasília, mas decidiu a Assembleia, pra ficar mais perto do Tocantins, de seus companheiros prefeitos, lideranças e o tocantinense”, complementou.

Ao declarar voto para o marido, Polyana pediu que o tocantinense leve em conta o preparo e o lado solidário de Eduardo. “Ele é considerado por todos o mais preparado como gestor e legislador pela experiência que teve e capacidade. Mas quem conhece Eduardo também sabe de seu lado solidário, o amor que tem pelas pessoas e o tanto que ele ajuda as pessoas”, finalizou.