Polí­tica

Foto: Divulgação

Reunidos em assembleia geral na sede do Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE-TO) na noite desta segunda-feira, 22, os motoristas do Quadro Geral e do Poder Executivo decidiram atender à solicitação do secretário da Administração, Lúcio Mascarenhas, que pediu prazo até dia 29 para apresentar uma solução definitiva para o pagamento das diárias atrasadas. Caso não haja uma solução até aquela data, os motoristas ameaçam cruzar os braços até que todas as diárias atrasadas sejam pagas.

Na manhã de segunda-feira, os motoristas fecharam a Garagem Central do Estado e impediram o abastecimento e a saída da frota oficial do Estado, liberando apenas viaturas policiais e ambulâncias. Ainda no período da manhã o secretário da Administração recebeu o Sisepe e uma comissão de motoristas. Na reunião o secretário assumiu o compromisso de encaminhar o pagamento das diárias atrasadas.

Durante a assembleia realizada à noite do Sisepe, os motoristas consideram um avanço o fato de o secretário Lúcio Mascarenhas ter assumido pessoalmente o compromisso de verificar a situação de todos os motoristas. Mas foram claro que, em caso de não pagamento das diárias atrasadas, a categoria vai paralisar as atividades.