Economia

Foto: Imagem ilustrativa/da web

Pesquisas realizadas neste mês de setembro pelo Procon Tocantins, ligado à Secretaria de Defesa Social (Seds), em supermercados e açougues da Capital, apontam acréscimo e decréscimo de preços em alguns produtos, além de grandes variações entre um estabelecimento e outro. 

Nos alimentos básicos, considerados de primeira necessidade, as pesquisas apontaram que o preço do açúcar, pacote com dois quilos, variou entre R$ 3,19 e 4,59. O óleo de soja (900 ml) pode ser encontrado em alguns supermercados da Capital com preços entre R$ 2,98 a R$ 3,25. Já o sal de cozinha, pacote com 1 quilo, é um dos itens com maior diferença de preços, entre R$ 0,59 e R$ 2,59.  

Entre os produtos de hortifruti, o quilo do tomate e da batata apresentaram um acréscimo de 10% em relação ao mês de agosto. O tomate pode ser encontrado com preços entre R$ 1,99 e R$ 2,49. Já a batata com preços variando R$ 1,19 e R$ 1,98. O preço do quilo da cebola apresentou queda de 10% em relação ao mês passado, com preços variado entre R$ 1,98 e R$ 3,15. 

O pão francês, outro alimento consumido diariamente, apresentou grande variação de preços, entre R$ 6,99 e R$ 8,50. 

Entre os artigos de limpeza, houve um acréscimo de 10% nos preços em relação ao mês de agosto, com destaque para o sabão em pó, pacote com 1 quilo, que apresentou variação de preços entre R$ 4,98 e R$ 7,89. 

Açougues 

As pesquisas também foram realizas em açougues de Palmas e Taquaralto. Em relação à carne bovina, o filé com menor preço foi de R$ 20,98 o quilo, e maior preço de R$ 30,00. A alcatra tem variação de preço entre R$ 17,75 e R$ 22,00, entre um estabelecimento e outro. O preço da costela mindinha oscilou entre o menor preço, de R$ 7,75, e o maior, R$ 12,99. A linguiça mista pode ser encontrada a preços entre R$ 7,99, o menor, e R$ 16,99 o maior. O frango inteiro pode ser adquirido a preços entre R$ 4,39 e R$ 8,00. A coxa e a sobrecoxa estão entre as carnes com maior variação de preços: R$ 6,69 e R$ 16,00 o quilo.

As pesquisas completas estão disponíveis no site: www.procon.to.gov.br.

O Procon ainda orienta o consumidor a adotar algumas precauções na hora das compras, como por exemplo, evitar escolher o primeiro produto em promoção que encontrar no estabelecimento. “Às vezes, se o consumidor for até a seção daquele produto e checar a prateleira, ele poderá encontrar o item bem mais barato do que o que está em exposição em pontos do supermercado. Também é bom ficar atento a itens com grandes descontos, pois muitos deles podem estar com o prazo de validade próximo de expirar”, orienta Francisco Rezende, responsável pela Fiscalização do Procon/TO. 

Outra dica é estar atento aos dias de promoção de cada estabelecimento, medida que pode influenciar no valor gasto mensalmente nas compras.  

Procon

O Procon lembra ao consumidor que queira entrar em contato com o órgão, que a ligação para o número 151 é gratuita e divulga o endereço dos Núcleos de Atendimento: Palmas (Centro – Qd. 104 Sul Rua SE 09, lote 36 e Taquaralto – Rua 10, Qd. 34,Lote 02, Sala 02), Gurupi (Av. Maranhão, nº 1225, Qd. 44, Lote 01), Dianópolis (Rua Solimar Vieira, nº 195), Porto Nacional (Rua Bartolomeu Bueno, nº 2129), Guaraí (Rua 02, nº1349), Colinas do Tocantins (Av. Tocantins, nº 1668), Araguaína (Av. Paranaíba, nº 1743, Sala 02, Centro), Araguatins (Rua Álvares de Azevedo, nº 715) e Tocantinópolis (Av. Nossa Senhora de Fátima, nº 1327). (Ascom Procon)