Polí­tica

Foto: Koró Rocha

O deputado estadual, Stalin Bucar (SD) que está em campanha política na cidade de Araguacema/TO, afirmou em entrevista ao Conexão Tocantins na tarde desta sexta-feira, 26, que os militantes que defendem o candidato ao Governo do Tocantins, Marcelo Miranda (PMDB), ou tiveram vantagens pessoais ou tiveram promessas de que vão retornar para participar “dos saques dos cofres públicos do Estado”, segundo o deputado.

Stalin Bucar afirmou ao Conexão Tocantins que os militantes que ainda apoiam o Marcelo Miranda, ou não querem bem o Estado ou tiveram alguma vantagem no governo do candidato. "Pode ser que esses que estão apoiando ou não querem bem ao Estado do Tocantins ou tiveram alguma vantagem no governo dele, porque quem quer ver esse Estado do Tocantins prosperar, o dinheiro público aplicado honestamente, não apoia o Marcelo. Agora esses que apoiam o Marcelo Miranda, ou tiveram vantagens pessoais ou tiveram aquelas promessas de que vão retornar para poder participar dos saques dos cofres públicos do Estado, só pode ser, não vejo outra situação, porque não é possível!", disse.

Durante os governos de Marcelo Miranda, milhares de comissionados foram contratados e quando o ex-governador Siqueira Campos (PSDB) tomou posse em 2011, teve de cumprir decisão judicial do Supremo Tribunal Federal (STF) que ordenava a demissão de servidores comissionados e realização de concurso público para suprir as vagas. A ação governamental deixou na época mais de 15 mil demitidos no início do mês de janeiro de 2011 e outros 5 mil demitidos no mês de junho do mesmo ano

Stalin ainda disse que está confiante que o candidato ao Governo pela coligação “A Mudança Que a Gente Vê”, Sandoval Cardoso (SD), vai ganhar a eleição. Segundo o deputado, há um sentimento no Estado de que não é bom o Tocantins voltar a ser governado por um “governador que só tem escândalos e mancha o nome do Estado do Tocantins”, disse.