Polí­tica

Foto: Edilson Pelikano

O governador eleito pelo Tocantins, Marcelo de Carvalho Miranda (PMDB), participa nessa terça-feira (7), 10h, em Brasília, de reunião convocada pela presidente Dilma Rousseff com os governadores e governadores eleitos que integram a sua base aliada. O evento deve discutir a estratégia que a cúpula governista e sua equipe de marketing estão preparando para o enfrentamento do processo eleitoral no segundo turno da eleição presidencial.

A presidente Dilma Rousseff, que teve no Brasil 41,59% dos votos, conseguiu no Tocantins o apoio de 50,98% do eleitorado. Para o governador Marcelo Miranda “o Tocantins se credenciou para dialogar com Dilma Rousseff e seu staff de campanha e demonstrar que, apesar de sermos um Estado pequeno do ponto de vista da densidade eleitoral, temos aqui companheiros fieis e que trabalharam duro e de forma casada pela reeleição da presidente”. Miranda acredita que no segundo turno a presidente terá o grande desafio de explicitar com maior clareza para o eleitorado, não só seus feitos e do presidente Lula que a antecedeu, mas também as mudanças  que planeja efetivamente implementar.

O governador eleito do Tocantins ressaltou ainda que além da senadora Kátia Abreu (PMDB) ter sido reeleita, seis dos oito deputados federais eleitos apoiam a presidente Dilma, e que será preciso todos agora se juntarem com o prefeito de Colinas do Tocantins, José Santana, que coordena a campanha pela reeleição no Estado, e demais apoiadores, para que a votação seja muito mais expressiva nesse segundo turno. “Quando fui governador o presidente Lula foi um parceiro de primeira hora do Tocantins. Tenho certeza que nesse meu terceiro mandato teremos a presidente Dilma também nos ajudando a realizar os projetos de mudança que temos para o Estado e que vão exigir uma parceria selada com base no trabalho e numa visão desenvolvimentista sustentável”, concluiu Miranda. (Com informações da Assessoria de Comunicação)