Estado

Foto: Divulgação Josi Nunes, relatora da Comissão que analisou indicação Josi Nunes, relatora da Comissão que analisou indicação

Foi instalada, no final da manhã desta quarta-feira, dia 26, uma comissão especial para opinar sobre a indicação de Alberto Sevilha para o cargo de conselheiro do Tribunal de Contas do Tocantins. A comissão é composta por cinco membros e tem como presidente o deputado Raimundo Palito (PEN), vice-presidente, deputado Jorge Frederico (Solidariedade) e como relatora, a deputada Josi Nunes (PMDB). Os demais membros são os deputados José Bonifácio (PR) e Stalin Bucar (Solidariedade).

Também ficou definido, durante a primeira reunião, que será dispensada a sabatina com Alberto Sevilha, sugerida pelo deputado Sargento Aragão (PROS). A decisão dos membros levou em consideração os artigos 203 e 204 do capitulo seis do Regimento Interno que estabelece normas para esse tipo de comissão. Os artigos, segundo destacou o presidente da comissão, Raimundo Palito, apenas definem que a votação deve ser realizada em único turno e escrutínio secreto, em até 48h após a instalação da comissão. Os membros poderão solicitar informações, caso julguem necessário, mas, segundo ele, já foi analisado e dispensado pelos integrantes da Comissão Especial.

Na reunião seguinte da comissão especial, na tarde desta quarta-feira, dia 26,  os deputados sabatinaram Servilha e aprovaram a indicação dele. O próximo passo é a apovação no plenário da Casa.