Polí­tica

Foto: Divulgação

O pleno do Tribunal Regional Eleitoral rejeitou as contas da campanha do deputado estadual eleito de Gurupi, Mauro Carlesse (PTB). O relator é o desembargador Marco Antony Vilas Boas mas a reprovação foi unânime. A prestação de contas do eleito foi de R$ 756.553,31, que teve a maior parte comprometida com material gráfico de campanha e combustível. Do valor total da campanha mais de R$ 500 mil foi doado pelo próprio Carlesse.

A corte apontou, conforme acórdão da decisão, que houve irregularidades graves. O deputado eleito não teria apresentado extratos bancários e sua prestação de contas tinha ainda informações contraditórias que, segundo a corte, compromete a confiabilidade das contas.

O Conexão Tocantins ligou várias vezes para Carlesse porém as ligações não foram atendidas. Ele deve recorrer da decisão.

Mauro Carlesse  é agropecuarista e teve 12.187. Considerando sua votação, ele teve o voto mais caro, cerca de R$ 62,00 cada um. Em 2012 disputou a Prefeitura de Gurupi pelo Partido Verde mas perdeu para Laurez Moreira (PSB).