Estado

Foto: Divulgação

A bancada dos sindicatos da saúde (Sintras, Sicideto, Seet, Simed e Sidifato) reuniu-se da manhã desta segunda-feira, 2, para tratar da inclusão e pagamento do retroativo das progressões, adicional noturno e da indenização de insalubridade conforme acordo firmado entre Governo do Estado e as entidades classistas no dia 22 de agosto do ano passado.

Após discussões os presidentes dos sindicatos formalizaram um ofício solicitando com urgência ao governador, Marcelo Miranda, uma reunião para tratar exclusivamente da inclusão imediata das progressões e o pagamento dos retroativos das progressões e do adicional noturno dos anos de 2010, 2011 e 2012, que conforme o que foi firmado deve iniciar ainda nesta folha de janeiro, além disso, os sindicatos cobram do Governo um posicionamento sobre o pagamento dos retroativos da indenização por insalubridade que deverá ser creditado, a primeira parcela, na folha de pagamento de maio deste ano.

No documento, as entidades evidenciaram ao governador o anseio da categoria na finalização do impasse, principalmente porque a maioria destes servidores por sua necessidade extrema fizeram suas antecipações bancárias, ficando comprometidos com esses valores a receber.

Durante reunião, os representantes das entidades entraram em contato, por telefone, com o superintendente de negócios do varejo do Banco Brasil, Bruno Mazanek Antunes, que os informou sobre a negociação entre Governo e banco, em que ficou acordado que a financeira não debitará valores nas contas dos servidores enquanto o Governo do Estado não iniciar os repasses para os servidores.

As entidades orientam ainda, que se algum servidor tiver em extrato o pré agendamento destes valores deverá procurar o seu banco para que se regularize essa situação, caso não seja resolvido administrativamente o servidor deverá procurar o sindicato no qual está filiado para rever a cobrança.

Após o protocolo do ofício, os sindicatos aguardam a data da reunião com o governador até a próxima sexta-feira, 6, para obter uma informação precisa e repassar aos servidores. Uma cópia do ofício foi encaminhada ao secretário da administração Gefferson Oliveira Barros Filho, e da saúde, Samuel Braga Bonilha.

Ficou acordado em reunião, que caso o Governo do Estado não cumpra com o acordo firmado, e/ou não se apresente para sentar com as entidades classistas ainda esta semana, a bancada dos sindicatos dos servidores da saúde se reunirá novamente na terça-feira, 10, para deliberarem acerca dos próximos encaminhamentos. 

Por: Redação

Tags: Governo do Estado, Marcelo Miranda, Sintras