Saúde

Foto: Núcleo de Saúde

O Hospital Geral de Palmas (HGP) recebeu 21 novos médicos que participam do Programa de Residência da Universidade Federal do Tocantins (UFT). As unidades hospitalares do Estado são parceiras do programa e buscam contribuir para melhorar o atendimento e aprimorar a formação médica.

Conforme a diretora geral do HGP, Renata Duran, a unidade é classificada como hospital de porte III, de acordo com a organização de referência do Sistema Único de Saúde (SUS). Além disso, “dispõe de uma equipe altamente competente e composta por diversos especialistas, o que torna a unidade como referência para receber e tratar pacientes com as mais variadas patologias de alta complexidade, tornando o ambiente especial para enriquecer o aprendizado dos residentes, internos de Medicina e estagiários”, explica.

Para abertura oficial das atividades da Residência Médica, o hospital realiza nesta semana Curso Introdutório a Urgência e Emergência. Na programação, serão apresentados os seguintes temas: princípios do Sistema Único de Saúde (SUS), estrutura assistencial, funcionalidade dos setores, organograma, normas e rotinas, padronização de medicamentos, qualidade e segurança do paciente, controle de infecção hospitalar, atestado de óbito, ética, etiqueta institucional e notificações compulsórias.

O residente médico pediatra, James Carneiro, conta ter optado em fazer nova especialização em Terapia Intensiva Pediátrica e destacou que o curso é importante para conhecer o funcionamento do HGP.  “Espero que a residência na unidade seja boa. Senti entusiasmo por parte dos preceptores”, disse.

HRA também recebe novos médicos

Na manhã desta quinta-feira, 5, o Hospital Regional de Araguaína (HRA) também deu boas vindas aos dez novos profissionais do programa. Na oportunidade, foram apresentados os novos residentes, os preceptores de cada especialização e houve um momento de integração e troca de informações.

Na aula inaugural, o coordenador da Comissão de Residência Médica (Coreme), Luiz Fernando D’Albuquerque e Castro, falou sobre o sucesso das turmas anteriores e as expectativas para a nova turma, destacando que os principais beneficiados são os pacientes atendidos pelo hospital, que só tem a ganhar com a qualificação desses profissionais.

A nova residente de Clínica Médica, Lorena Labre, afirmou que ter a oportunidade de cursar o programa no HRA é única. “Me formei estudando o internato aqui no HRA e poder continuar a minha qualificação profissional, trazendo novas forças para o hospital, é melhor ainda”, destacou.

O programa

O Programa Residência Médica é uma modalidade de ensino de pós-graduação destinada aos profissionais da Medicina, realizada sob a orientação de profissionais médicos de elevada qualificação ética e profissional. (Ascom Sesau)