Palmas

Foto: Divulgação

O prefeito de Palmas, Carlos Amastha, acompanhado do secretário municipal da Educação, Danilo de Melo Souza, e equipe técnica da pasta, receberam na tarde desta quinta-feira, 05, representantes da Microsoft e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Durante o encontro, que aconteceu na Diretoria de Meio Ambiente, a Microsoft apresentou o programa CityNext, iniciativa global que apoia cidades, empresas e cidadãos a inovarem e repensarem o futuro. Com foco na melhoria da Educação do município, a corporação mostrou diversos recursos tecnológicos que podem modernizar e melhorar a Educação da Capital. 

Em continuidade ao trabalho, a equipe da Microsoft, acompanhado de técnicos da Secretaria Municipal da Educação (Semed), irá visitar algumas escolas da rede municipal de ensino nesta sexta-feira, 06, para conhecer mais sobre a Educação de Palmas.

Para Carlos Amastha, a parceria com a Microsoft é uma oportunidade de avanço para a gestão. “A Microsoft vem com a disposição de investir um produto na Capital. A empresa, por meio do BID, está vendo que Palmas pode ser uma excelente vitrine para o desenvolvimento da Educação, através do seu sistema de informação e tecnologia”. Por sua vez, o secretário Danilo Melo, ressaltou a importância da iniciativa. “O BID e a Microsoft escolheram Palmas como referência importante no Brasil, em termo de Educação, e por isso pretendem fazer uma cooperação para melhoria da infraestrutura tecnológica, da relação entre livro e tecnologia, monitoramento de aprendizagem, dentre outras áreas”, disse.

O diretor de Soluções para Governo e Cidades no Brasil, líder da Microsoft CityNext, João Thiago de Oliveira Coço, explicou que a empresa objetiva apoiar as cidades na busca da melhoria da gestão pública em diversas áreas. “Nós temos analisado algumas cidades que estão modernizando no ponto de vista da gestão pública, e a decisão pela Capital Palmas passou por um processo de escolha, por ter essas características de evolução. E é nesse meio que buscamos dar suporte às atividades, especificamente na área da Educação, pois entendemos ser uma área prioritária. Nós adotamos um padrão global da norma ISO 180.91 para mapear, avaliar, diagnosticar e propor soluções para que a Educação avance em nível de maturidade e na prestação de serviço ao cidadão”, detalhou.

A consultora do BID, Renata Seabra, destacou que a parceria com a Microsoft surgiu a partir da metodologia Iniciativa Cidades Experientes e Sustentáveis (IcesBrasil), que está sendo aplicada em Palmas. “Detectamos que a Educação é uma área prioritária do município, e nós por meio da parceria com a Microsoft já começamos a trabalhar as ações que são apresentadas pela empresa”, explicou. (Secom Palmas)