Economia

Foto: Divulgação

O Governo do Estado divulgou, por meio da Junta Comercial do Tocantins (Jucetins), a abertura de 3.899 novas empresas nos três primeiros meses de 2015. Um crescimento de 21,53% em relação aos três últimos meses do ano passado e 4,22% superior ao mesmo período de 2014.

Palmas concentra 28% das empresas com 1.101 novos negócios, seguido por Araguaína com 465 empresas, o que representa 12%, e Gurupi com 217 empresas, 5% do total.

A atividade econômica dos novos empreendimentos está distribuída no setor do comércio com 41%, seguida da área de serviços com 40%, e a indústria com 16%.

O empresário Don Johnson Santos Nery, que trabalha com publicidade em mídias alternativas e virtuais, abriu a sua agência em janeiro deste ano, em Palmas, e já tem planos para ampliar sua empresa. “Queremos fazer parte desse filão que nos oferece oportunidades em nosso Estado; logo estaremos em Taquaralto, Porto Nacional, Gurupi e Paraíso”, adiantou.

Donival Luiz Vinhal é outro empresário que pretende ampliar o seu negócio. Sócio de uma empresa especializada em vendas e manutenção de motocicletas em Palmas há mais de 20 anos, Vinhal abriu em janeiro a primeira filial em Paraíso, a 63 quilômetros da capital. “Uma cidade muito boa, com um comércio forte, o que nos levou a estender a nossa atividade até lá”, disse.

Para o presidente da Jucetins, Carlos Alberto Dias de Moraes, os números refletem a confiança da classe empresarial nas políticas econômicas e de desenvolvimento anunciadas pelo Governo do Estado, com destaque ao processo de simplificação do registro empresarial que está sendo implantado. “Retomamos os contatos e reuniões para integração das informações dos órgãos estaduais responsáveis por autorizações e licenciamentos, Receita Federal e prefeituras, para concentrar todas as informações das empresas no ato de abertura na Junta Comercial. Assim reduziremos os prazos e a burocracia para o empreendedor abrir a sua empresa no Tocantins”, destacou o presidente.

A integração das informações dos órgãos estaduais responsáveis por licenciamento e autorizações de funcionamento está prevista para este ano, sendo que a Secretaria da Fazenda (Sefaz) já implantou o módulo integrador e está em fase de testes para emissão do Boletim de Informações Cadastrais (BIC), juntamente com o registro de constituição das empresas na Jucetins.