Educação

Foto: Elias Oliveira

Um dos eixos de atuação para o fortalecimento da educação tocantinense, a capacitação de professores vem recebendo uma atenção especial do Governo do Estado. No primeiro trimestre de 2015 a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) intensificou a atuação no sentido de ampliar o acesso de educadores a programas de formação profissional.

O secretário Adão Francisco de Oliveira ressaltou os avanços neste primeiro trimestre mesmo em período de contingenciamento. “Em 100 dias de governo a Seduc conseguiu avançar bastante com a valorização dos profissionais e com a capacitação dos professores, isso devido a um planejamento significativo após um diagnóstico situacional”, disse.

Segundo a Seduc, novas parcerias para oferta de cursos de aprofundamento técnico e segunda graduação já estão sendo trabalhadas em conjunto a Universidade Federal do Tocantins (UFT). “Estamos em processo de negociação para novas possibilidades de formação de professores para que eles estejam prontos para o desafio de efetivar uma educação integral e humanizada”, declarou Adão Francisco.

Através de adesão a programas federais de formação profissional, o Tocantins se coloca como um Estado que investe na qualidade dos educadores. “Nossa equipe técnica se empenhou mesmo antes da liberação do orçamento para promover capacitações de alto nível para os professores do Tocantins. Esse processo de formação continuada é essencial para qualificar nossa equipe e para que eles mesmos possam dar o melhor de si em sala de aula”, ponderou o diretor de Projetos Educacionais da Seduc, Felipe Carvalho.

Como forma de potencializar o ensino de uma língua estrangeira, a Seduc, em parceria com a Embaixada dos Estados Unidos da América, está capacitando 30 professores de Língua Inglesa, que atuam no ensino médio. As aulas estão sendo  ministradas por uma professora norte americana.

Também em andamento neste primeiro semestre, um curso de Libras atende 75 professores da rede estadual. A capacitação abrange os módulos inicial, médio e avançado. Além disso, em torno de 250 professores das redes estadual e municipal participaram do 1° Curso de iniciação ao esporte Paralímpico, que foi realizado em parceria com a Academia Paralímpica Brasileira (APB) entre os dias 30 de março e primeiro de abril.

De acordo com Felipe Carvalho, estão em andamento se encontram ainda projetos para a capacitação de docentes do Estado em diversas áreas de abrangência como Língua Brasileira de Sinais (Libras) e formação de professores de Educação Física, para atender alunos com algum tipo de deficiência. (Ascom Seduc)