Educação

Foto: Elizeu Oliveira

Enfatizando que a educação é a base de uma sociedade pensante, atuante e justa, o governador Marcelo Miranda (PMDB) reforçou, na manhã desta segunda-feira, 4, a importância de se investir na formação e qualificação dos profissionais que lidam diariamente com crianças e adolescentes no Estado. O assunto foi discutido durante o lançamento da Escola de Conselhos, da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins), no auditório da Instituição, com a presença de várias autoridades e conselheiros de todo o Tocantins.

“Essa escola terá um importante papel, pois vai atuar com um público tão carente de proteção. Enquanto o país discute sobre a redução da maioridade penal, nós estamos aqui, criando condições para proteger e defender os direitos de nossas crianças e adolescentes”, pontuou o governador ao acrescentar: “Defendo a educação como o melhor caminho para uma sociedade livre. E o Tocantins, nesse novo tempo em que vivemos, caminha nesse sentido.”

Destacando a necessidade dos governos federal e estadual trabalharem em parceria, Marcelo Miranda ressaltou que crianças e adolescentes precisam de educação, proteção do Estado, da família e da escola. “Formando conselheiros, nós formaremos um ambiente de paz, que será refletido nas relações cotidianas.”

Conforme a reitora da Unitins, Elizângela Glória Cardoso, neste novo tempo que foi destacado pelo governador, a Instituição materializa sua missão de produzir, aplicar e difundir conhecimento. “Hoje, a Unitins assume a função social pelo desenvolvimento do direito da criança e do adolescente. Assume o compromisso com a formação dos conselheiros tutelares e de direitos para potencializar as competências e habilidades desses guardiões de direitos nos exercícios de suas atribuições”, ressaltou.

Especialização

Na ocasião, o governador determinou à reitora da Unitins a criação de uma especialização na área de Direitos Humanos e adolescentes na Universidade. “Agora, vamos elaborar o projeto e verificar toda a demanda junto aos conselheiros tutelares, construindo as condicionalidades para participar da especialização e vamos atender essa determinação do governador”, adiantou Elizângela.

Escola

A Escola de Conselheiros será direcionada aos conselheiros tutelares e conselheiros dos direitos da criança e do adolescente. A expectativa é que em 2015 e 2016 sejam qualificados 880 conselheiros em todo o Estado. A Escola contará com cursos presenciais em Palmas e oficinas regionalizadas, além de fóruns e assessoramento técnico virtual.

Presenças

Entre as autoridades presentes, estavam a vice-governadora Cláudia Lelis; a primeira-dama do Estado e deputada federal, Dulce Miranda; o senador Donizeti Nogueira; a representante do Centro de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedeca-Tocantins), Esmera Laurinda; além de secretários de Estado e deputados estaduais e federais. (Secom-TO)