Estado

 No final da tarde desta sexta-feira, 19, o secretário de administração, Geferson Barros, encaminhou uma contraproposta onde quer fazer a inclusão das progressões em setembro deste ano priorizando os servidores que anteciparam os valores no Banco do Brasil.

Portanto, a incorporação das progressões devidas até dezembro de 2014, será a partir de setembro próximo, em regime escalonado, levando em consideração o critério de antiguidade do preenchimento dos requisitos e aptidão das progressões, considerando ainda as antecipações de valores.

A contraproposta foi recebida pelo presidente do Sintras, Manoel Pereira de Miranda, que informou ao gestor que a mesma será levada para análise e votação em Assembleia Geral que será realizada nesta segunda-feira, 22, às 18hs, na sede central do Sintras em Palmas.

E ainda conforme proposta do governo a publicação das portarias se dará em até 15 dias úteis após aprovação formal das categorias.

Data-base

Na contraposta o Governo mantém o parcelamento da data-base em duas vezes, sendo 50% do índice, imediatamente, e a segunda parcela, também de 50%, na competência de novembro deste ano.

Quanto o passivo, o governo persiste no pagamento em 24 vezes a partir de fevereiro de 2016, o que contraria a reinvindicação dos servidores, que exigem que seja feito somente em quatro parcelas nos quatro primeiros meses do ano de 2016.

Retroativos

Em relação ao retroativo do adicional noturno e insalubridade, governo mantem o pagamento dos valores devidos, conforme o acordo já firmado com a categoria. O pagamento terá início ainda este mês.

Adiantamento

Quanto às pendências dos servidores no Banco do Brasil, o Governo já solicitou no último dia 16, uma proposta parcelada de pagamento, com efeito imediato de retirada de negativação dos nomes.

Por: Redação

Tags: Manoel Pereira, Sintras