Estado

Foto: Imagem Ilustrativa

A ministra Kátia Abreu (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – Mapa) anunciou nesta quinta-feira, 30, que já estão disponíveis recursos da ordem de R$ 455.706,00 para a aquisição de 88 tanques de resfriamento de leite, que serão distribuídos em propriedades rurais que trabalham com produção leiteira em vários municípios do Estado do Tocantins. Os recursos viabilizados pelo Mapa na Caixa Econômica Federal já foram repassados ao Estado do Tocantins, e serão gerenciados pelo Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins).

Dentre os 88 tanques de resfriamento de leite, 55 terão capacidade para 1.000 litros e os outros 33 para 500 litros, e irão atender, diretamente, os produtores rurais que já trabalham na cadeia produtiva leiteira. Os tanques serão instalados em diversas regiões do Estado, através de Cooperativas, Associações, Laticínios e grupos de produtores, que também já são parceiros dos programas de assistência técnica continuada e extensão rural executados pelo Sistema Faet/Senar, Sebrae e Ruraltins.

Para a ministra Kátia Abreu, estes tanques vão ajudar no desenvolvimento da produção leiteira do Tocantins e na sua adequação às normas do programa de qualidade do leite do Ministério da Agricultura, regulamentadas pela Normativa Instrutiva 62/2011. “O mercado consumidor está mais exigente e quer alimentos seguros e oriundos de propriedades leiteiras que possuam boas práticas de produção”, destacou a ministra.

Travessia Leite

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins (Senar/TO), em parceria com o Sebrae, já atende, através do Programa Travessia Leite, 1.834 propriedades rurais produtoras de leite em 89 municípios do Tocantins. O programa foi criado em 2013 para impulsionar a produção de leite e transformar as pequenas propriedades rurais em verdadeiras empresas do campo. Atualmente, o Travessia Leite trabalha com 52 técnicos e dois supervisores que fazem assistência técnica diretamente nas propriedades rurais cadastradas.