Educação

Foto: Elias Oliveira

Com foco na melhoria dos indicadores de aprendizagem na rede estadual, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), iniciou a distribuição de 43.658 Guias de Aprendizagem 2015 que vão beneficiar estudantes de 436 escolas em todo o Tocantins. A entrega está prevista para começar na próxima segunda-feira, 10, para as Diretorias Regionais de Educação (DRE) de Araguaína, Araguatins e Tocantinópolis.

O material tem como objetivo complementar as atividades realizadas em sala de aula favorecendo educadores e estudantes. São dois tipos de guias, o do aluno e o do professor, destinados às turmas finais de cada ciclo de ensino, sendo o 5º ano e o 9º ano do ensino fundamental, além da 3ª série do ensino médio. Os guias contemplam as áreas de linguagem, matemática e ciências da natureza.  

Os Guias de Aprendizagem funcionam como um complemento aos livros didáticos distribuídos pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Na apostila da 3ª série do ensino médio, por exemplo, além do conteúdo do ano atual, é possível também recuperar ou revisar o que foi estudado na 1ª e 2ª série, permitindo que os estudantes estejam mais preparados para as avaliações internas como o Sistema de Avaliação Permanente de Aprendizagem do Tocantins (Sisap-TO), e externas como o Exame do Ensino Médio (Enem).

Toda a produção do conteúdo e organização gráfica são realizadas pelos técnicos da Seduc, o que permite uma economia relevante para a Pasta. O gerente de Avaliação da Aprendizagem da Seduc, Emerson Azevedo Soares explica que o mesmo trabalho seria realizado por uma empresa especializada por cerca de R$ 6 milhões.  “Entre o processo de produção, impressão, distribuição dos guias e aplicação das avaliações internas o investimento foi de aproximadamente R$ 1,2 milhão. Um custo relativamente baixo por aluno em relação ao benefício que é ofertado”, enfatiza

Apoio aos docentes de todas as redes

Com o material destinado aos professores, a Seduc pretende oferecer um conteúdo de suporte, permitindo enriquecer o trabalho didático e pedagógico em sala de aula. No Guia Pedagógico, o docente tem acesso a questões resolvidas e comentadas, além de sugestões de atividades extra. “A aceitação tem sido muito boa por alunos e professores, em especial entre os educadores do interior, permitindo que eles nivelem o conteúdo com o que está sendo cobrado nas avaliações estaduais e nacionais”, destaca o técnico de matemática da Seduc, Edson Carlos Mendes dos Santos.

Além de atender os alunos da rede estadual, os Guias estarão disponíveis para professores e alunos de todas as redes de ensino por meio da plataforma online. “É um material público, que foi pensado para os alunos tocantinenses e que podem ser utilizados por qualquer pessoa que pretenda estudar ou servir de auxílio aos professores em geral”, ressalta Edson.