Saúde

Foto: Divulgação

Mais de 500 participantes entre delegados e convidados são esperados para a 4ª Conferências Estadual de Segurança Alimentar que acontece nos dias 3 e 4 de setembro em Palmas. A abertura do evento será realizada no auditório do Palácio Araguaia às 8hs e contará com o ato de posse dos novos membros da Câmara Intersecretarias de Segurança Alimentar (Caisan) e a assinatura do termo de adesão ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar (Sisan) pelos municípios do Estado. A partir das 13h30 do dia 3 de setembro o evento tem como sede o auditório Cuica da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

A 5ª Conferência Nacional e 4ª Estadual têm como tema: ‘Comida de Verdade no Campo e na Cidade: Por Direitos e Soberania Alimentar’. De acordo com o presidente do Conselho Estadual de Segurança Alimentar (Consea), Iramar Cardoso, o tema expressa o momento que vive o país e explica: “O Brasil saiu do mapa da fome, mas hoje nossa preocupação se volta para a qualidade da alimentação da nossa população. Pesquisas revelam de 52% dos brasileiros sofrem de obesidade. Precisamos produzir alimentos de verdade sem tantos agrotóxicos e com mais qualidade nutricional. Tudo isso envolve investimento em uma agricultura familiar e agroecológica”, afirmou.

Outro foco da Conferência é o fortalecimento do Sisan um Sistema que a exemplo da Saúde e Assistência Social visam universalizar o direito a alimentação adequada e estabelecer as responsabilidades dos governos nacional, estadual e municipal nesse processo.

O governo do Estado trabalha para fortalecer a cada dia as ações voltadas para a segurança alimentar não só nos municípios, mas também nas comunidades quilombolas e indígenas, segundo explica a secretária Patrícia Amaral. “As ações conjuntas e políticas de segurança alimentar garantem o acesso á alimentação e que produtos de qualidade cheguem na mesa das famílias tocantinenses. Na Conferência vamos discutir o tema com a sociedade civil e levar as propostas para a discussão nacional”, disse.

Na etapa estadual todos os delegados eleitos nas 96 conferências municipais terão oportunidade de apresentar as propostas debatidas localmente e conhecer a realidade das diferentes regiões do Estado. Ao final dos debates e momentos de votação das proposições será construído um documento único para ser levado à Conferência Nacional que acontece em Brasília do dia 03 a 06 de novembro. Ao todo serão eleitos 40 delegados tocantinenses para representar o Estado.

Programação:

Dia 03 – quinta-feira

08h – Abertura Oficial (Local: Auditório do Palácio Araguaia)

Ato Alusivo de Posse da CAISAN/TO e Adesão dos Municípios ao SISAN

10h – Mesa Redonda abordando o Lema: Comida de Verdade no Campo e na Cidade: Por Direitos e Soberania Alimentar

11h – Debate

12h – Almoço para os participantes

Local: auditório Cuica da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

13h30 – Credenciamento dos Delegados e Convidados

14h15 - Apresentação e aprovação do Regulamento da Conferência

14h – Orientações para Trabalhos em Grupo

>  Conselheiro:

> Grupo 1 – Comida de verdade: avanços e obstáculos para a conquista da alimentação adequada e saudável e da soberania alimentar;

>  Grupo 2 – Dinâmicas em curso, escolhas estratégicas e alcances da política pública;

>  Grupo 3 – Fortalecimento do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional.

18h - Encerramento do Dia

Dia 04 – Sexta -feira

9h - Apresentação dos Trabalhos em Grupo na Plenária – 20 minutos de apresentação e 20 min de debate para cada grupo

11h – Orientações Para Eleição dos Delegados para a IV Conferência Nacional de SAN

11h30 - Mesa de encerramento - Representantes: SETAS, CONSEA/Nacional e CONSEA/TO

12h – Almoço