Polí­tica

Foto: Divulgação

O início da tarde desta terça-feira, dia 29, foi de intensa mobilização de representantes da classe empresarial na Assembleia Legislativa. Em reação ao pacote de medidas de aumento de impostos enviado pelo Executivo nesta manhã, líderes classistas estiveram com o presidente Osires Damaso (DEM) e outros deputados. Em seguida, os deputados abriram a reunião conjunta de comissões e discutiram o pleito dos empresários.

Damaso ouviu dos representantes um pedido para que a Assembleia não votasse o pacote. “Passei para eles que as matérias já estão tramitando na Casa de Leis, que seria preciso uma ação rápida, que eles apresentassem alguma contraproposta objetiva para que seja discutida e buscado um entendimento com o Governo do Estado”, disse Damaso. “As matérias são bem complexas”, finalizou.

Já a secretária de Desenvolvimento Econômico e Emprego de Palmas, Cleide Brandão, avalia que mais importante seria o governo cortar despesas antes de aumentar impostos. “Quais são as reduções que a máquina do Estado vai fazer? Quais as providências que o governo vai tomar com esse recurso? É para investimento? Se for, avaliamos como positivo. Mas se for para pagar despesas, logo teremos mais aumentos para pagar outras despesas”, disse Cleide.

Também participaram da reunião os deputados Eduardo Siqueira Campos (PTB), Luana Ribeiro (PR) e Valdemar Júnior (PSD). Ao final, o grupo se dirigiu para a Sala das Comissões a fim de pressionar os deputados.

Sala das comissões

Em reunião conjunta das comissões de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), de Tributação, Fiscalização e Controle, e de Administração, os deputados chegaram a um acordo sobre o pleito dos empresários que inclui o compromisso de apreciação da proposta de aumento do IPVA ainda hoje. As demais medidas teriam apreciação postergada para apresentação de emendas a partir de amanhã.

Assim, a reunião foi suspensa para a realização de uma sessão solene em homenagem ao jubileu de ouro da profissão de administrador.