Estado

Foto: Divulgação Comissão quer negociação sobre greve Comissão quer negociação sobre greve

Mais um dia de greve e a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) se mantém ausente nas negociações. Na manhã desta quarta-feira, 14, membros da Comissão Executiva Bancária Nacional de Negociação - CEBNN/CONTEC estiveram em São Paulo, para solicitar formalmente a reabertura das negociações. O presidente do Sindicato dos Bancários do Tocantins, Crispim Batista Filho, esteve presente na ocasião reivindicando os direitos da categoria.

Os representantes ratificaram aos bancos que as reivindicações da categoria bancária podem ser atendidas, em função dos altos lucros registrados pelas instituições financeiras.

 A Fenaban, no entanto, recebeu o ofício e não se posicionou, mantém o reajuste de 5,5% mais o abono de R.500. A orientação que continue a greve por tempo indeterminado, até que nova contraproposta seja apresentada. Bastista Filho destaca que a postura dos bancos é absurda e desrespeita os bancários. No Tocantins 111 agências permanecem fechadas.

“Desde o início da Campanha Salarial os banqueiros estão agindo de maneira intransigente, não tivemos avanços nas negociações. Não estão respeitando os bancários ignorando a atual situação. As reivindicações dos nossos bancários parecem ser insignificantes, não tem outra explicação. Os bancos apenas visam lucros”, afirmou o presidente.