Polí­tica

Foto: Alessandro Dantas Senador elogiou a condução do Ministério da Agricultura Senador elogiou a condução do Ministério da Agricultura

O senador Donizeti Nogueira (PT-TO) acompanhou a apresentação das diretrizes e programas prioritários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento na Comissão de Agricultura Reforma Agrária do Senado Federal, nesta quinta-feira, 3. Segundo a ministra Kátia Abreu, são prioridades a definição de um plano plurianual de cinco anos para o agronegócio, o aumento da participação do agronegócio brasileiro no comércio mundial de 7% para 10% até 2018, a política de seguro rural e a defesa agropecuária.

Donizeti Nogueira elogiou a condução do ministério, que apresentou suas prioridades em 2015 na CRA e retorna em 2016 com avanços, principalmente na desburocratização e modernização do Mapa. “A ministra Kátia Abreu dá uma nova roupagem ao Ministério da Agricultura graças à eficiência”, disse o senador, que relatou em 2015 a Política Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural e propôs um projeto de lei que destina 3% de todo recurso para financiamento da agricultura e pecuária para a Ater. Donizeti sugeriu o debate para definir se a defesa agropecuária também pode ser incluída nesse PL.

O parlamentar ainda chamou atenção para a importância do estímulo à pesca e aquicultura, que passará a ser uma secretaria especial dentro do Mapa com a aprovação da MP 696/2015, da qual é relator. “A pesca e aquicultura é muito promissora como fonte de proteína animal. O Brasil tem uma capacidade extraordinária de produção e temos um grande mercado, tanto interno quanto externo, a ser explorado”, destacou.