Educação

Foto: Divulgação Os 27 alunos finalistas viajarão para Brasília com todas as despesas cobertas pelo Senado Federal Os 27 alunos finalistas viajarão para Brasília com todas as despesas cobertas pelo Senado Federal

As escolas estaduais do Tocantins já estão recebendo os kits de participação para o 9º Concurso de Redação do Senado Federal, que é a seletiva para o Programa Jovem Senador 2016, que proporciona a 27 estudantes do ensino médio, vivenciarem o trabalho dos senadores Brasília, no período de 28 de novembro a 3 de dezembro de deste ano.

Com o tema “Esporte: Educação e Inclusão”, a redação deverá ter entre 20 e 30 linhas e ser manuscrita. O concurso será realizado em três etapas: escolar, estadual e nacional. Na primeira etapa cada unidade de ensino participante seleciona uma redação para representá-la e a encaminha à Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc).  Na fase seguinte a comissão estadual seleciona os três melhores textos e os encaminha ao Senado Federal, juntamente com as fichas de inscrição e cópias dos documentos de identificação. Na etapa final, serão avaliadas as redações e selecionados 27 finalistas, uma de cada unidade da Federação, além de classificar o primeiro, o segundo e o terceiro vencedores nacionais.

De acordo com o diretor de projetos educacionais da Seduc, Júlio César da Rocha, a pasta mobiliza e acompanha a realização do concurso no Estado, além de ser responsável pela segunda fase da seleção. Segundo ele, a intenção da pasta é ampliar o número de participantes nesta edição. “O fato de o Tocantins ter uma diretoria específica de projetos faz com que possamos levar a informação a mais estudantes. Nas Diretorias Regionais de Educação (DREs) temos os assessores de projetos, que acompanham as escolas em todo o processo. Esse é um projeto que proporciona uma vivência muito rica para os estudantes ao mostrar como é ser um parlamentar, que vota projetos de lei que beneficiam a população. Necessitamos de jovens com perfil de liderança e o Jovem Senador pretende despertar nos participantes o protagonismo juvenil.

Premiação 

Os 27 alunos finalistas viajarão para Brasília com todas as despesas cobertas pelo Senado Federal, a fim de participar do Projeto Jovem Senador. Cada um receberá um microcomputador portátil, certificado de classificação no concurso e medalha. As redações dos alunos finalistas comporão o livreto da 9ª edição do certame. Os 27 professores orientadores receberão um tablet e certificado, além de acompanhar seus alunos na viagem a Brasília.

Todas as escolas dos alunos finalistas receberão um kit com publicações do Senado Federal. As unidades de ensino dos classificados nos três primeiros lugares na etapa nacional receberão computadores (desktops) para uso coletivo, sendo para o 1º lugar, quatro computadores; 2º lugar, dois computadores e 3º lugar, um computador.

Participação do Tocantins

Adrielle Moreira foi a vencedora no Tocantins, do Concurso Jovem Senador em 2015. Estudante do 3º ano da Escola Estadual Joaquim de Sena e Silva, no município de Combinado, ela escreveu a redação “Participação política no planeta, ruas e redes sociais”.  Em 2015, o concurso mobilizou mais de 267 mil alunos, com até 19 anos, matriculados no ensino médio de escolas públicas estaduais em todo o País.  O secretário de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adão Francisco de Oliveira, participou da cerimônia de posse dos estudantes vencedores do 8° Concurso de Redação do Senado Federal.