Estado

Capitaneados pelo Conselho Regional de Farmácia do Estado do Tocantins (CRF-TO), farmacêuticos e estudantes de farmácia tocantinenses mobilizam-se simultaneamente nesta quinta-feira, 5, em Palmas, Araguaína e Gurupi para reforçar a importância do uso consciente de medicamentos, em alusão ao Dia do Uso Racional de Medicamentos comemorado nesta quinta-feira, 5 de maio.

Durante a mobilização serão reforçadas as orientações sobre compra (locais e presença do farmacêutico no estabelecimento), cuidados essenciais (observação da embalagem, modo de ingestão, particionamento de comprimidos e cápsulas) e ainda sobre a prescrição farmacêutica, pois desde 2013 o profissional está autorizado a prescrever determinados medicamentos.

Concentrados nos parques municipais das três cidades, a partir das 16h, os profissionais prestarão atendimento individual e coletivo sobre uma das principais causas de intoxicação no País, a ingestão indevida de medicamentos. Segundo o último levantamento do Ministério da Saúde, a intoxicação motivada por esse mau uso provoca cerca de 9 mil internações, por ano, gerando um gasto de R$ 5 milhões anuais. E, além do prejuízo para a saúde, o número de mortes causadas pelo mesmo motivo chega a 700 pessoas, anualmente, no Brasil.

A conscientização do CRF-TO durante as atividades do Dia do Uso Racional de Medicamentos se dará em várias frentes, a exemplo da orientação sobre o perigo da ingestão por conta própria (automedicação) ou pela interação medicamentosa (mistura de medicamento-medicamento, medicamento-alimento, medicamento-bebida alcoólica ou medicamento-exames laboratoriais). 

Veja algumas dicas do que não deve ser misturado:

*Ácido acetilsalicílico + bebida alcoólica = aumento do risco de sangramento intestinal

*Anticoncepcional hormonal oral + alguns antibacterianos  (rifampicina, amoxicilina, ampicilina, penicilinas  G e V) = possível redução do efeito dos anticoncepcionais hormonais orais.

*Hábito de fumar + anticoncepcionais orais = possível aumento do risco de doença cardiovascular (Fonte: CFF)