Campo

Foto: Juliano Ribeiro

As inscrições para o “2° Encontro Estadual para Discussões e Apresentação das Tendências Agroclimáticas” são gratuitas e estão abertas no Portal da Agrometeorologia: agrometeorologia.seagro.to.gov.br. O encontro é uma realização da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e acontece no dia 1° de setembro, no auditório da Embrapa, região norte de Palmas.

O encontro tem como objetivo aumentar o grau de conhecimento sobre as mudanças climáticas, traçar cenário futuros para orientar as ações de políticas públicas e nortear as pesquisas agrícolas, visando a mitigação dos impactos ocasionados pelas mudanças climáticas no setor rural.

No seminário podem participar produtores rurais, empresários agrícolas, acadêmicos, instituições públicas e agentes financeiros. O primeiro, realizado em outubro de 2015, contou com a presença de mais de 110 pessoas. Este ano a organização espera um público de 150 pessoas e já conta com a confirmação de mais de 50 pessoas até esta quinta-feira, 18. Entre os inscritos estão professores, técnicos, produtores rurais e acadêmicos do Tocantins e do Instituto Federal do Estado do Pará (IFPA – Conceição do Araguaia).

A gerente de agrometeorologia da Seagro, Denise Coelho, reforça que as inscrições continuam abertas no Portal da Agrometeorologia.  “É importante saber que as inscrições para o Encontro são gratuitas e limitadas, portanto os interessados devem inscrever o mais rápido possível para garantir a sua participação”, reforçou.

Planejamento agrícola

Na programação constam diversos temas relacionados às tendências agroclimáticas. Entre os temas estão: Condições Meteorológicas Associadas com Seca no Norte do Brasil durante a estação chuvosa; Impactos meteorológicos sobre a produção de grãos no Estado do Tocantins safra 2015/2016, e Rede de Monitoramento Apoio a Agricultura no Tocantins, dentre outros.

O pesquisador associado ao Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), Gustavo Escobar, um dos palestrantes, explica que as vantagens das informações agroclimáticas auxiliam o produtor, principalmente, para saber planejar e cultivar as lavouras. “A previsão semanal e quinzenal é útil para planejar as colheitas e, a previsão trimestral para planejar o tipo de cultura a ser plantada”, informou.

Parceria e apoio:

São parceiro do encontro a Cooperativa Agroindustrial de Pedro Afonso (Cooapa) OCB Sescop, Instituto Nacional de Metereologia (INMET), Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Tocantins (Faet), Superintendência Federal da Agricultura (SFA), Frísia Cooperativa Agroindustrial, Programa Federal Agricultura de Baixo Carbono (ABC), Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Associação de Engenheiros Agrônomos do Tocantins (Aeato), Secretaria de Desenvolvimento Rural do Município de Palmas (Seder), Empresa de Prestação de Serviço de Agricultura de Precisão (Smear), Laboratório de Análises Agrícolas (Selar).