Estado

Foto: Aline Gusmão Foram visitados Cras e Casa de acolhimento da cidade Foram visitados Cras e Casa de acolhimento da cidade

Deixar tudo pronto para a nova gestão. Está é a preocupação da equipe de Assistência Social do município de Xambioá, na região do Bico do Papagaio,que recebeu a visita de monitoramento da Secretaria do Trabalho e Assistência Social (Setas) nesta quarta-feira, 16. Durante o monitoramento foram verificados os serviços oferecidos, as dificuldades da cidade e sanadas dúvidas sobre recursos e sistemas utilizados nas políticas de assistência social.

No cargo de secretário municipal de Assistência Social há três anos, Cosmo Silva, destacou os avanços da pasta ao longo desses anos e demonstrou o cuidado de entregá-la organizada para a próxima gestão. "O espaço físico dedicado à assistência social melhorou bastante. Temos aqui um salão comunitário que a população gosta muito e a Casa de Acolhimento para Crianças e Adolescentes que é extremamente importante", frisou.

Para ele, a visita da Setas neste período, auxiliou a sanar as dúvidas. "Estamos organizando todos os setores para passar tudo com a maior transparência possível para que os serviços a população não sejam interrompidos ou encontrem dificuldades para a sua manutenção", comentou.

Para conhecer a situação da cidade no âmbito da Proteção Social Especial, a equipe visitou o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e a Casa de Acolhimento para crianças e adolescentes, constatando a demanda do município. "Os casos de violação de direitos que chegam ao Cras são atendidos pela nossa equipe, mas sabemos que isso não é ideal. Esperamos que esta orientação deixada por vocês reforce nossos pedidos e que a próxima gestão possa colocar uma pessoa de referência para gerir a Proteção Social Especial aqui em Xambioá", disse a assistente social do Cras Flaviana Soares.

Monitoramento

As visitas de monitoramento são um instrumento fundamental para percepção clara dos serviços da área de assistência social no local e permitem a orientação adequada para o alcance dos objetivos e metas previstos. Além disso, possibilitam a identificação de eventuais falhas, revisão de decisões, racionalização de recursos públicos e, consequentemente, um redirecionamento das ações.   

Outros Municípios

Uma outra equipe da Setas realiza nesta quarta a visita de monitoramento em Araguaína. Ao final desta semana, 40 municípios definidos por meio de levantamento realizado pela vigilância socioassistencial. A ação é realizada em conjunto com as gerências de Programas de Gestão do SUAS, Proteção Social Básica, Proteção social Especial e Cadastro Único.