Esporte

Foto: Divulgação

Durante reunião realizada nesta quarta-feira, 30, em Palmas/TO, foi reativada a Associação dos Clubes Profissionais do Tocantins, que recebeu a sigla “TOClubes”. Ao todo 13 agremiações fazem parte deste novo momento da associação, que existe desde 1993. Um novo estatuto foi aprovado, assim como a diretoria da entidade.

Ricardo Carreira foi eleito presidente da “TOClubes”, tendo como vice Jades Alberto. Integram a entidade os clubes Capital FC (antigo Ricanato), Interporto, Palmas, União de Palmas, Alvorada, Sparta, Araguaína, Imagine, São José, Tocantins (Miracema), Guaraí, Inove, Nova Conquista, Atlético Cerrado, Gurupi e Tocantinópolis.

Para o presidente eleito, Ricardo Carreira, a criação da Associação dos Clubes Profissionais do Tocantins, vem numa boa hora, onde os clubes estão precisando de ajuda e apoio. E a associação, a ideia é concentrar a representação dos clubes, falar em nome deles, pois o Tocantins é praticamente do tamanho de um país e a dificuldade que os clubes encontram para resolver as questões são enormes.

Desta forma foi criada a associação, que servirá também para ter voz junto à Federação Tocantinense de Futebol (FTF), Governo do Estado, potenciais patrocinadores, imprensa, e fazer um trabalho conjunto em relação às questões jurídicas, contabilidade e marketing, além de buscar trabalhar profissionalmente. Com isso, tentar tornar o futebol de forma sustentável e deixar de jogar a culpa só na FFT, cuja responsabilidade dela é organizar os campeonatos. “ A Associação tornar o campeonatos que a FTF organiza sustentáveis para os clubes”, ressaltou o presidente.

Propostas

Durante a reunião a associação, os dirigentes fizeram algumas propostas visando mudanças nos campeonatos oficiais da FTF no próximo ano. Na Primeira Divisão, a Associação quer que o campeonato comece no mês de fevereiro com dois turnos. Limitar o número de atletas profissionais e o número para 25 inscritos, sendo que a inscrição deverá ser feita até o término do primeiro turno. E os clubes que forem rebaixados para a segunda divisão só possam retornar no ano seguinte e não no mesmo ano.

Segundona

Utilizar o mesmo formato da primeira divisão com dois turnos e início para o mês de agosto. Já em relação ao Estadual Sub-18 passar a ser denominado Sub-19 e ter seu início tão logo termine o Estadual da elite para que o clube campeão possa disputar a Copa São Paulo de Juniores no ano seguinte. Como 2018, o representante será o Capital, a Associação tentará junto à FTF a busca de uma nova vaga para o Tocantins, além da quem já existe. (com informações Alô Esporte)