Campo

Foto: Divulgação A capacitação dos técnicos irá contribuir para garantia da qualidade e competividade dos cultivos agrícolas A capacitação dos técnicos irá contribuir para garantia da qualidade e competividade dos cultivos agrícolas

Uma turma formada por 32 extensionistas rurais participa, a partir desta terça-feira, 13, até quinta-feira, 15, do curso de capacitação de boas práticas agrícolas sobre as culturas do feijão, arroz e mandioca. O curso é fruto de um convênio entre a Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).  A capacitação será ministrada, das 8h às 18h, no auditório da Embrapa, região Norte de Palmas. 

No curso, primeiro de seis módulos, os extensionistas rurais do Instituto de Desenvolvimento Rural (Ruraltins) atuarão no projeto de capacitação de técnicos e produtores para difusão de boas práticas nas culturas do feijão, arroz e mandioca no Tocantins. O projeto irá contemplar e atuar em 32 Unidades de Referencia Tecnológicas (URTs) distribuídas nos municípios localizados na região Centro-Norte do Estado.  

Para o diretor de Políticas de Pecuária e Agronegócio da Seagro, José Américo Vasconcelos, esta capacitação dos técnicos irá contribuir para garantia da qualidade e competitividade dos cultivos agrícolas, levando as tecnologias aos produtores. “Especificamente as culturas do arroz, feijão e mandioca, tendo como princípio a organização das cadeias produtivas, uso de boas práticas agrícolas, agregação de valor à produção e a busca de sustentabilidade ambiental, social e econômica das atividades”, disse. 

De acordo com o pesquisador da Embrapa, Daniel Fragoso, a intenção desta capacitação é promover difusão de tecnologias aos produtores rurais. “A intenção desse curso é atualizar os técnicos e, posteriormente serão multiplicadores de tecnologias, visando o aumento da produtividade destas culturas”, ressaltou.

URTs

A URTs tem como objetivo aumento da eficiência produtiva, especificamente nas propriedades atendidas pelos técnicos participantes nas quais, estes utilizam uma metodologia de intervenção nos sistemas, visando às boas práticas agrícolas com o aumento da eficiência produtiva por meio da implantação de tecnologias sustentáveis, capacitando os produtores, segurança do alimento e respeito a meio ambiente. 

As ações do projeto serão coordenadas pela Seagro, com apoio do Ruraltins, Embrapa, Superintendência Federal de Agricultura (SFA), Mapa, Unitins Agro, entre outros. 

Programação:

DIA 13/12/2016

08h30 – Abertura

09h30 – Apresentação da Equipe de Apoio e Técnicos

10h15 – Informes sobre o Projeto

10h45 – Apresentação Projeto Reniva - Gustavo Azevedo Campos (Embrapa Pesca e Aquicultura)

11h30 – Pré-Teste

14h às 16h - Cadeia Produtiva do Feijão (Caupi e Comum) – Introdutório/Noções Básicas

16h15 às 18h – Continuação Cadeia Produtiva do Feijão (Caupi e Comum) – Introdutório/Noções Básicas - Instrutores: Lucas Koshy Naoe (Unitinsagro) Daniel de Brito Fragoso (Embrapa Arroz e Feijão/Embrapa Pesca e Aquicultura)

DIA 14/12/2016

08h às 10h – Cadeia Produtiva do Arroz – Introdutório/Noções

10h15 às 12h - Instrutores: Daniel de Brito Fragoso (Embrapa Arroz e Feijão/Embrapa Pesca e Aquicultura) Mabio Chrisley Lacerda (Embrapa Arroz e Feijão)

14h às 16h - Cadeia Produtiva da Mandioca – Introdutório/Noções Básicas

16h15 às 18h - Continuação Cadeia Produtiva da Mandioca – Introdutório/Noções Básicas - Instrutor: Aristóteles Pires de Matos (Embrapa Mandioca e Fruticultura)

DIA 15/12/2016

08h às 12h – Módulo de Avaliação de Impactos Socioambientais - Instrutor: Ernandes Barboza Belchior

(Embrapa Pesca e Aquicultura)

14h – Encerramento e Encaminhamentos do Modulo II (Temática/Local/Data)

15h – Pós-Teste