Polí­tica

Foto: Divulgação Câmara de Colinas do Tocantins Câmara de Colinas do Tocantins

A Câmara de Colinas do Tocantins deve votar em sessão a partir das 19 horas, desta segunda-feira, 12 de dezembro, Projeto de Lei para aumento de salários do prefeito, vice e secretários da cidade. O PL que é de autoria do vereador Aurelino Pires, próximo vice-prefeito da cidade, aumentará o salário do gestor de R$ 16 mil para R$ 22 mil, do vice-prefeito de R$ 8 mil para R$ 11 mil e dos secretários municipais de R$ 6 mil para R$ 9 mil. Não haverá reajuste nos salários dos vereadores, que atualmente recebem aproximadamente R$ 5 mil.

Apesar dos salários do prefeito, vice e secretários corresponderem em lei a R$ 16 mil, R$ 8 mil e R$ 6 mil, respectivamente, o atual prefeito de Colinas, José Santana Neto (PT) reduziu através de Decreto em outubro de 2015 o próprio salário para R$ 12.800, do vice para R$ 6.400, de secretários para R$ 4.800 e de secretários especiais para R$ 2.905,00, gerando economia mensal em torno de R$ 60 mil. Na oportunidade demais servidores comissionados também passaram pelo reajuste para baixo.

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã de hoje, o vereador Paulo Izaias Primo (PT), conhecido por Paulo Cacau, afirmou que votará contra o Projeto e que defenderá a permanência dos salários previstos em Lei. "Vou defender para que não faça aumento, para que mantenha o valor que existe numa Lei anterior: salário de secretário de R$ 6 mil, do vice de R$ 8 mil e do prefeito de R$ 16 mil. O prefeito (José Santana) reduziu através de decreto e ninguém recebe esses valores,mesmo assim vamos lutar para manter o valor que está na Lei", disse.

Para Paulo, o momento é de dificuldades no País. "O motivo de discordar é pela questão que vive o momento do País, onde você pode ver que em todo lugar estão reduzindo ou mantendo. Pode observar que o prefeito de Palmas recebe R$ 18 mil e estão aqui querendo passar para R$ 22 mil, acho injusto, devido o momento. Eu votarei contra!", frisou. 

De acordo com Paulo Cacau, Aurelino - autor do PL para aumento - legisla em causa própria. "Legislando em causa própria porque ele vai ser o próximo vice-prefeito", afirmou. Adriano Rabelo comandará a Prefeitura de Colinas a partir de janeiro de 2017. Ele foi eleito prefeito com 61,51% dos votos. 

Mobilização 

A comunidade colinense organiza-se para mobilização na Câmara. O vereador Paulo Cacau é um dos que convoca os moradores da cidade para participarem da sessão de hoje à noite, na Casa. "Eu convoquei a população para que venham e participem!", informou. 

Foram criados grupos nas redes sociais em que os colinenses se organizam. "Onde vamos parar com uma gestão que já quer entrar com aumento salarial e outras benfeitorias? Vamos todos para Câmara na segunda, vamos acabar com essa pouca vergonha, vamos fazer faixas, cartazes, vamos buscar nossos interesses. Esse tipo de gente que pensa só nos seus não nos representa", essa é uma das mensagens disseminadas nas redes sociais, para mobilização.