Polí­tica

Foto: Juliana Carneiro Homenagem fez referência ainda à Lei nº 3.148/2016, que denomina trechos rodoviários da TO-050 de Rodovia Governador Henrique Santillo Homenagem fez referência ainda à Lei nº 3.148/2016, que denomina trechos rodoviários da TO-050 de Rodovia Governador Henrique Santillo

“Um homem que fez da sua história um exemplo de vida”. Essa foi uma das principais referências feitas pelo governador Marcelo Miranda nesta quarta-feira, 15, na Assembleia Legislativa, durante sessão solene em homenagem póstuma ao ex-governador de Goiás Henrique Santillo, falecido em 2002. A homenagem fez referência ainda à Lei nº 3.148/2016, que denomina trechos rodoviários da TO-050 de Rodovia Governador Henrique Santillo.

Ao discorrer sobre a trajetória do homenageado na vida pública, Marcelo Miranda ressaltou que a postura de Henrique Santillo foi determinante para o sucesso da mobilização pela divisão territorial de Goiás e pela criação do Estado do Tocantins. “A região sempre renderá homenagens a ele, porque se, hoje, o Tocantins existe, muito se deve ao seu empenho no processo de divisão territorial”, disse, destacando a defesa de Henrique Santillo, na Constituinte de 1988, durante o processo de desmembramento do norte goiano.

Marcelo ressaltou também que Henrique Santillo foi um defensor das causas sociais e da redemocratização do País. “Foi um dos grandes defensores da saúde pública, das minorias e um expoente na luta pela redemocratização do Brasil. Trata-se de uma personalidade com um currículo que enobrece a política e enche de orgulho a goianos, tocantinenses e brasileiros”, destacou, lembrando o legado de trabalho ao País quando ministro da Saúde no governo do então presidente Itamar Franco. Ao final do evento, Marcelo Miranda homenageou a família Santillo, representada na solenidade por Adhemar Santillo, irmão de Henrique Santillo.

Adhemar Santillo agradeceu ao governador Marcelo Miranda pela sanção à Lei . “Um grande reconhecimento a quem trabalhou pelo Estado e também pela redemocratização do País. Toda a família está gratificada pela honraria”.

O deputado estadual Wanderlei Barbosa disse que o momento é de reconhecer quem realmente fez pela criação do Tocantins, completar a história e homenageá-los. “Um povo inteligente guarda as suas memórias”, comentou, agradecendo ao governador Marcelo Miranda por sancionar a Lei e dar as condições para realizar a homenagem.

Homenagem

A iniciativa de homenagear o ex-governador de Goiás partiu de integrantes da Comissão de Estudos dos Problemas do Norte Goiano (Conorte). A proposta foi apresentada pelo deputado Wanderlei Barbosa. A justificativa do projeto cita o apoio decisivo do então governador de Goiás para a divisão territorial de Goiás e a criação do Tocantins.

Perfil

Henrique Antônio Santillo nasceu em Ribeirão Preto (SP), em 23 de agosto de 1937 e faleceu em Anápolis, em 25 de junho de 2002, onde fez carreira profissional e política. Filho dos imigrantes italianos Virgínio Santillo e Elydia Maschietto Santillo, que se transferiram para Anápolis em 1942. Ele era médico formado pela Universidade Federal de Minas Gerais.

Foi um dos fundadores do MDB em Anápolis (GO), vereador, prefeito, deputado estadual, senador, governador e ministro da Saúde.  Nacionalista, projetou-se pela defesa das riquezas naturais, dos produtores rurais, e da polêmica reserva de mercado para a indústria nacional.

Participaram da sessão a vice-governadora Claudia Lelis, autoridades políticas da região, amigos e familiares do homenageado.