Estado

Foto: Thiago Sá O Canion Encantado é um dos atrativos da região turística Serras Gerais O Canion Encantado é um dos atrativos da região turística Serras Gerais

O ecoturismo agregado ao turismo de experiência apresentado pelas operadoras de turismo do Tocantins na  45ª ABAV Expo Internacional de Turismo & 48º Encontro Comercial Braztoa, realizada na última semana em São Paulo (SP),  resultou em  boas oportunidades de novos negócios em turismo para o Estado. Os produtos foram apresentados em 22 rodadas de negócios ao longo de dois dias e recebidos com entusiasmo por agências de viagens nacionais e internacionais.

Além dos já conhecidos destinos turísticos das regiões Encantos do Jalapão, Lagos e Praias do Cantão e Serras e Lago (Palmas e entorno), a feira foi o destino escolhido pelos operadores da região Serras Gerais - que engloba atrativos turísticos nos municípios de Almas, Dianópolis, Natividade e Rio da Conceição - para lançamento deste produto turístico tocantinense que envolve, além do ecoturismo, o turismo de experiência, por meio da integração entre turistas e comunidade.

Raquel de Macedo, secretária municipal de Turismo de Almas, explicou que a região está há cinco anos desenvolvendo e estruturando o turismo, e que a Abav, por ser uma referência de feira para o segmento turístico, foi o espaço adequado para exposição deste produto. Desta forma, oito operadores de turismo da região de Serras Gerais marcaram presença na feira, divulgando o destino, agregado às demais regiões turísticas do Tocantins. A participação do grupo se deu com apoio do Sebrae-Tocantins, que desenvolve projeto voltado para o fortalecimento do turismo na região.

“O que eu observei nesses dois dias de negócios é que as operadoras estão atrás de produtos novos, novos segmentos, e o que nós estávamos oferecendo ali era o ecoturismo agregado ao turismo de experiência e todo mundo comprou, todo mundo gostou. No final, os próprios organizadores das rodadas parabenizariam o Tocantins pelo empenho, garra e vontade de querer vender o estado com seus atrativos. Então, para nós, foi muito satisfatório”, destacou a secretária.

O apoio do Governo do Estado, apontou, favoreceu a aproximação das agências locais com o mercado nacional e internacional e abriu portas para ampliar o fluxo de turistas nas Serras Gerais. “Para a nossa participação, temos que agradecer muito o incentivo do Governo do Estado, que nos proporcionou ter este espaço dentro da feira, junto com o Ministério do Turismo, para que pudéssemos vir e mostrar o que temos de belezas cênicas. O que favoreceu muito foi a integração dos nossos roteiros com o Jalapão, pois estamos no mesmo bioma, porém, com belezas cênicas diferentes e que se completam entre si, formando um ecoturismo com grande valor, com um grande potencial”, enfatizou.

Para o superintendente e Desenvolvimento Turístico da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura (Seden), James Possapp, além da receptividade demonstrada pelos operadores de turismo nacionais para as regiões do Tocantins, a  Abav permitiu a aproximação das empresas que atuam no Estado. “Isso é um benefício a mais que a participação em eventos dessa natureza traz para o desenvolvimento do turismo no Tocantins. O Estado está realmente em boas condições para consolidar a atividade do turismo e se fortalecer nesse segmento, que é tão democrático e que gera renda com baixo investimento”, pontuou.

Atrativos da região Serras Gerais

De acordo com a empresária Cirene de Morais, atualmente, nas Serras Gerais, 14 agências de viagens estão em atuação, trabalhando com 28 atrativos turísticos distribuídos entre os municípios que compõem a região turística. A facilidade de acesso e relativa proximidade com a capital (a região está há pouco mais de duas horas de Palmas) são aspectos que favorecem o turismo local.

Dentre os atrativos, Serras Gerais conta com cachoeiras, lagoas, montanhas, serras, cânions, mirantes, animais raros, centros históricos, atividades culturais e gastronômicas. Características como o encontro de biomas, águas cristalinas com quedas e remansos tornam as paisagens da região um atrativo a parte.