Geral

O secretário da Indústria e Comércio, Eudoro Pedroza, participa nesta sexta-feira, 25, em Riachinho, região Norte do Estado, da formatura de mais uma turma de costureiras do Projeto Zig Zag. Esta é a 12ª turma da primeira etapa do projeto, que teve inicio em 2006 e que já capacitou 600 mulheres para atuar na área de produção de confecções. Na oportunidade, mais 37 costureiras recebem o certificado de conclusão do Curso de Corte e Costura, em solenidade que terá como destaque o desfile de moda com as peças produzidas durante a realização do curso.

Segundo dados da Associação das Costureiras de Riachinho, que coordena o programa, durante o período de aperfeiçoamento foram produzidas 1.700 peças de roupas. A venda dos produtos gerou uma receita de R$ 2.800, a ser reinvestida em equipamentos para dar suporte no acabamento das confecções. Após a capacitação, as profissionais se tornam cooperadas do Centro de Geração de Renda e estão aptas a produzir roupas em grande quantidade para atender pedidos da Prefeitura e da comunidade. O centro conta com uma estrutura de fábrica, totalizando 10 máquinas industriais cedidas pelo governo, que fornece ainda todo material utilizado durante o curso.

Eudoro Pedroza explica que este ano o Zig Zag inicia uma nova etapa, com a ampliação do programa para mais 22 municípios do Estado. Ele informa que num primeiro momento vão ser atendidos 10 municípios da região do Bico do Papagaio impactados pelas obras da Usina Hidrelétrica de Estreito. “Estamos formando não apenas costureiras, mas empresárias do ramo de confecção.” Enfatiza o secretário, entusiasmado com os resultados do programa.

Projeto Zig Zag

O Projeto Zig Zag é uma idéia simples que aproveita a própria força da comunidade para gerar emprego e renda. O projeto, que este ano irá chegar a 34 municípios do Estado é realizado pelo governo do Estado, por meio da Secretaria da Indústria e Comércio, em parceria com as prefeituras. O Zig Zag busca fortalecer a economia dos municípios contemplados, através da indústria de confecção.

Fonte: Secom

Por: redação

Tags: Eudoro Pedroza, Riachinho (TO)