Ciência & Tecnologia

Escolas públicas e privadas brasileiras que se inscreverem em um programa do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) poderão propiciar a seus alunos a oportunidade de observar um passeio dos astros pelo Universo ou de medir a distância de um asteróide em relação às estrelas. Isso tudo sem sair da sala de aula!

A observação remota, através da Internet, é promovida, de abril a novembro, pelo Inpe, e viabilizada pela conexão de alta velocidade de 155 Mbps do Inpe à rede Ipê, Internet acadêmica mantida pela Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP).

A experiência possibilitará aos alunos um passeio pelo céu como se estivessem diante do telescópio localizado no observatório do Inpe, em São José dos Campos - SP. Um sistema computacional possibilita o direcionamento do telescópio e a captura de imagens digitais dos astros, entre outras tarefas, com a orientação de um pesquisador da Divisão de Astrofísica do Instituto.

Estudantes e professores são estimulados a executar projetos observacionais, como capturar imagens de planetas e aglomerados de estrelas ou acompanhar o movimento aparente de um asteróide.Após cada sessão remota, as imagens celestes podem ser manipuladas em sala de aula, para a fixação de conceitos em Matemática, Física e Astronomia.

As inscrições aos colégios estão abertas. É necessário preencher um formulário que se encontra na página da Divisão de Astrofísica: www.das.inpe.br/miniobservatorio/obsremotas/ .

As sessões de abril a junho já estão reservadas por escolas do Ceará, do Distrito Federal, de Minas Gerais, do Rio de Janeiro, do Rio Grande do Sul e de São Paulo.

Da redação com informações RNP

Por: redação

Tags: Astronomia, Internet, Mundo Digital, RNP