Estado

O Corpo de Bombeiros inicia, neste final de semana (5-6-7), as atividades de prevenção e salvamento aquático nas principais praias do Estado. Este ano, 18 municípios serão atendidos, com um efetivo de 70 salva-vidas por semana. As equipes terão em média três profissionais, mas o número pode variar de acordo com o fluxo de turistas.

Na área de prevenção, os bombeiros atuarão por meio de observação do movimento e orientação ao público para evitar acidentes, como a obrigação de coletes salva-vidas e a permanência nas áreas destinadas aos banhistas. Os bombeiros também estão preparados para intervenção em casos de acidentes, com equipamentos de salvamento aquático e kits de primeiros-socorros.

O comandante do 1º Batalhão de Bombeiros Militar, capitão Carlos Eduardo de Souza Farias, lembra que a colaboração da comunidade é fundamental para que as férias sejam seguras. Entre as principais recomendações estão: jamais deixar as crianças sozinhas, sem a supervisão de um adulto; não ultrapassar a linha do umbigo se não souber nadar; tomar banho nos locais identificados para tal; não pular de pontes ou árvores nos rios, principalmente se existirem pedras ou desconhecer a região; não entrar na água depois de comer muito ou beber ingerir alcoólica.

Para evitar insolação, os cuidados preventivos são essenciais: usar protetor solar adequado ao tipo da pele e reaplicá-lo sempre que necessário, usar óculos e bonés, beber bastante água e sucos, ingerir comidas leves e, principalmente, evitar a exposição solar entre as 10 e 16 horas.

Municípios atendidos

Palmas (Praias do Prata, Graciosa e Arnos), Porto Nacional, Araguacema, Caseara, Peixe, Dueré, Sandolândia, Aliança, Pedro Afonso, Araguanã, Pau d’arco, Garimpinho (Araguaína), Babaçulândia, São salvador, Filadélfia, Miracema, Tocantínia e Xambioá.

Dicas de segurança

Só tome banho em local seguro, de preferência que você conhece;

Evite mergulho profundo e jamais mergulhe sozinho;

Respeite a sinalização do Corpo de Bombeiros;

Não vá além das áreas recomendadas para banho;

Evite rios com correnteza e pedras;

Para evitar ataque de arraias, não fique em locais isolados;

Se alguém estiver se afogando, chame o Corpo de Bombeiros. Só entre na água pra salvar alguém se souber nadar, tiver resistência física e conhecer o local. O ideal é que o socorro seja feito por duas pessoas experientes;

Embarcações:

As embarcações só podem ser pilotadas por maiores de 18 anos, com carteira de habilitação fornecida pela Marinha;

As embarcações devem estar em perfeitas condições de uso: sempre com o motor revisado e o casco intacto;

Para as embarcações, o celular é item de segurança indispensável, mas deve ser protegido da água;

Os usuários de jet ski também devem respeitar a sinalização existente, principalmente a área reservada aos banhistas;

O uso de coletes é obrigatório em todas as embarcações para tripulantes e passageiros, inclusive para os usuários de jet ski.

Os passageiros de lanchas e barcos devem usar roupas adequadas (leves), pois em caso de acidente há maior facilidade para se locomover. Essa dica também vale para os pescadores.

 

Fonte: Assessoria de imprensa Corpo de Bombeiros Militar

Por: Redação

Tags: Bombeiros, Estado, Praia, Salva-vidas